1/11/2018 09:08

Depois de falhar em principal objetivo, Palmeiras aposta tudo no Brasileirão

Foto: NELSON ALMEIDA / AFP

O principal objetivo do Palmeiras em 2018 não será alcançado. Eliminado na semifinal da Libertadores, a equipe não só não disputará a final da competição sul-americana, como não chegará ao tão sonhado Mundial. O título do Brasileirão, única meta da temporada que resta, sobrará como "consolo". Apesar do discurso de dirigentes, o plano sempre foi levar a nomeação de melhor do continente.



Com quatro pontos na frente do adversário mais perto na tabela, a equipe deixa o Allianz Parque após a eliminação para o Boca Juniors com a chance de alcançar o deca se conseguir manter a liderança nas próximas rodadas.

Depois de ter disputado o Nacional com a equipe reserva por várias vezes, o Alviverde, agora, entrará em campo com a força máxima em todas as ocasiões, a começar pelo próximo sábado, contra o Santos.

"Foi uma montanha russa de emoções. A galera está chateada pelo resultado, por não ter a vaga na final, mas não temos tempo para lamentar. Apesar de estar na ponta do Brasileiro, temos que tomar cuidado porque os outros times estão bem também. Temos que manter a cabeça erguida e fazer de tudo para conquistar o Brasileirão e salvar o ano", analisou Gustavo Scarpa após a queda.



Desde 2015, com os milhões investidos, o Alviverde é cobrado para disputar todas as competições até o final, mas não conseguiu em nenhuma temporada. Em 2018, os quatro pontos de vantagem na ponta foram usados como consolo após a queda na Libertadores.

"O deca vem aí" era a frase repetida insistentemente nos arredores do Allianz Parque após o tropeço. Nenhum torcedor que citava a chance, no entanto, se empolgava de verdade, especialmente após as eliminações no mata-mata.

Em 2015, o Palmeiras foi campeão da Copa do Brasil, o primeiro título da Crefisa. Na temporada seguinte, a taça levantada foi do Brasileiro. Em 2017, os palmeirenses não levaram nenhuma conquista e depositaram todas as suas esperanças para a atual temporada. Agora, caíram duas vezes seguidas na semifinal e esperam um desempenho melhor nos pontos corridos.



Com quatro pontos de vantagem na ponta, o Palmeiras não será perdoado pelos seus seguidores em caso de nova perda de título. Para Maurício Galiotte, a frustração tem o dobro de peso pelo fato de o atual presidente depender dos resultados para ser reeleito sem nenhum problema entre associados.

2088 visitas - Fonte: UOL

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Antonio Carlos     

Muita mordomia p jogadores pernas de pau se nao ganhar o brasileiro vai ficar muito mas muito feio bom ja ficou muito falatorio e nada de futebol so ladainha estou muito arrasado mas sou e serei sempre palmeirense

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias