14/7/2019 19:44

Borja recusa ofertas, e Verdão pode ter que gastar R$ 11 mi; entenda

Palmeiras chegou a se acertar com quatro equipes do exterior, mas colombiano não quis ir; clube terá de comprar 30% dos direitos do Atlético Nacional se não vendê-lo em um mês

O Palmeiras tem tentado negociar Borja, mas o colombiano não está facilitando e o clube pode ter de gastar mais US$ 3 milhões (R$ 11,26 milhões) com o jogador. O atacante já recusou quatro propostas vindas do exterior, todas topadas pelo Verdão. Caso nenhuma negociação se concretize até 17 de agosto, o clube passa a ser obrigado a comprar os 30% dos direitos econômicos do centroavante que seguem com o Atlético Nacional, da Colômbia.



Ao concluir a aquisição de Miguel Borja, em operação finalizada em 17 de fevereiro de 2017, o Palmeiras pagou US$ 10,5 milhões (R$ 32,5 milhões na época) por 70% dos seus direitos econômicos. Ficou acertado que o Verdão teria de repassar 30% da venda do camisa 9 ao Atlético Nacional ou, caso ele não seja negociado até 17 de agosto de 2019 (exatos dois anos e meio após a contratação), desembolsar US$ 3 milhões para ficar com 100% do jogador.

A informação desse novo gasto com Borja foi dada inicialmente pela rádio Caracol, da Colômbia, e confirmada pelo LANCE! Diante da situação, o Palmeiras pode desembolsar, no total, quase R$ 44 milhões por um centroavante em baixa, que chega a ser terceira opção na posição atualmente na avaliação do técnico Luiz Felipe Scolari.

E o atacante não tem facilitado. O Palmeiras já recebeu neste ano quatro propostas do exterior por ele: duas da China, uma dos Estados Unidos e outra do México. A diretoria não confirma essas ofertas, mas o LANCE! apurou que houve acerto da parte do clube com todas essas quatro equipes, mantidas sob sigilo. Mas Borja não topou ir para nenhum desses times.

Já está claro o incômodo de diretoria e comissão técnica com o camisa 9, que, na semana passada, sequer foi levado a Campinas para disputar amistoso diante do Guarani. Arthur Cabral, que chegou do Ceará no começo do ano com problema no púbis e necessitando de ajustes técnicos e táticos na avaliação de Felipão, já está à frente do colombiano na função de reserva de Deyverson.

Clique aqui e veja as promoções que a Farelos Jurídicos preparou para você

LEIA TAMBÉM: Ganchos e Libertadores podem fazer Palmeiras voltar a dividir times

LEIA TAMBÉM: Convocado por Tite, Weverton briga para ser dono de recorde no Palmeiras

LEIA TAMBÉM: Torcedores do Bahia se unem e vão à Justiça contra Palmeiras e Allianz Parque por tela no setor visitante



1833 visitas - Fonte: -

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Doni Prado     

Complicado vc paga caro por algo e depois não pode vender pra mim jogador não tem que opina desde que não esteja levando prejuizo

Na década de 60, tinhamos um beque central chamado Djalma Dias, filho do Domingos da Guia, ele estava jogando muito e o Santos de Pelé queria comprar seu passe. O Palmeiras não queria vendê-lo e ele começou a faser corpo mole, o Palmeiras colocou ele na geladeira por um ano e depois o vendru ao Santos, ele perfeu o grande fiyenol que tinha e encerrou a carreira. O mesmo deve ser feito com esse morfético do Borja, acabar com a carreira dele. AVANTI SOCIETÁ SPORTIVA PALESTRA ITÁLIA

Vanilton Silva     

Hj no ataque do Palmeiras, com exceção de do bigode todos são iguais, Bora ñ faz gols, Cabral ñ joga e Davison ñ faz o q o técnico quer, quanto mais gols

Filha da puta ja que nao quer sair deixa treinando sozinho os anos que falta pra acabar o contrato , ja que ta prejudicando que o palmeiras tb lasque ele

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias