5/9/2019 08:14

CBF quer diminuir trocas de técnicos no Brasil e culpa clubes

Um dos assuntos mais recorrentes no futebol brasileiro é a troca excessiva de treinadores durante a temporada. Buscando garantir maior continuidade de trabalho aos técnicos no país, a CBF tem o desejo de criar mecanismos para reduzir as demissões, porém os clubes apresentam resistência. Pelo menos é isso que alega Walter Feldman, secretário-geral da entidade.


Em entrevista concedida no primeiro dia da Brasil Futebol Expo, feira que reúne diversas figuras importantes do esporte no país, Feldman revelou que a CBF já manifestou aos presidentes dos clubes a vontade de realizar mudanças estruturais que reduzam as trocas de treinadores, mas essa proposta foi vetada pelos times no conselho técnico organizado pela entidade.

“Vocês devem ter acompanhado a reunião do conselho técnico, onde a CBF bateu duro nessa questão. Nós tivemos encontros prévios com os presidentes dos clubes, que manifestaram alguma resistência. Na reunião coletiva do conselho técnico, essa proposta foi rejeitada. Isso produz uma instabilidade no sistema do futebol, particularmente no nosso produto premium, que é o Brasileirão”, afirmou o secretário.



Feldman destaca que clubes não querem medidas que protejam os treinadores (Foto: Mauro Horita/CBF)
Feldman fez questão de ressaltar que a CBF possui apenas caráter recomendatório, não podendo aprovar mudanças que não passem por votação entre os clubes.

“Nós vamos insistir nesse tema. Evidentemente, atendendo algum pleito de uma pequena alteração, mas essa liberdade que existe hoje, na nossa opinião, prejudica a estabilidade do futebol brasileiro e dos clubes. Isso é uma decisão do conselho técnico e quem vota no conselho técnico são os clubes. A CBF não vota, ela sugere, propõe, argumenta, mas a decisão final é dos clubes”, completou.

Desde o início do Campeonato Brasileiro, nove clubes já trocaram de comando técnico: Avaí, Cruzeiro, CSA, Flamengo, Fluminense, Fortaleza, Goiás, Palmeiras e Vasco. A demissão mais recente foi a de Felipão, no Verdão, após eliminações na Copa do Brasil e na Libertadores, além de resultados negativos no Campeonato Brasileiro.



VEJA: Clique aqui e veja a baita viagem que a Mandala Turismo preparou para você aproveitar

LEIA TAMBÉM: Bruno Henrique se diz aliviado após marcar o gol da vitória diante o Cruzeiro

LEIA TAMBÉM: [ENQUETE] Devolver para a China ou utilizar: O que deve ser feito com Henrique Dourado?

LEIA TAMBÉM: Palmeiras dá a volta por cima no Brasileirão e tem semana livre de compromissos



1581 visitas - Fonte: Gazeta Esportiva

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

RICARDO GIACON     

Com uma legislação mais branda os diretores pensariam melhor antes de contratar, sabendo que não poderiam mudar como se fossem trocas de roupa!.Eu apoio!

RICARDO GIACON     

O problema é político, existem pessoas dentro do clube torcendo pra dar errado pra criar uma celeuma e jogar pra torcida pra derrubar diretoria e assumir o posto. Puro jogo de interesse!!

SUMEMO CAZZO!!! A CBFRAUDE DEVERIA É CUIDAR MAIS DAS VERGONHAS DELA COMO A PROFISSIONALIZAÇÃO DA ARBITRAGEM; O CORRETO USO DO PROTOCOLO INTERNACIONAL DO VAR; MAIS TREINOS FÍSICOS E TÁTICOS DOS JUÍZES; (#VARGONHA #VARSIL #VARZEA)!!! CUIDAR DE FAIR PLAY FINANCEIRO; DE CONTRATAÇÕES DE TÉCNICOS E JOGADORES NÃO FAZ PARTE DE SEUS ATRIBUTOS; PORTANTO NÃO DEVERIA SE INTROMETER!!! #FINITO #CAZZO #PÁS #HEHEHE #AVANTI

É difícil fazer uma analise mais correta, o que deveria haver e uma legislação no clube detrrminando as diretrizes, pois cada vez que se troca de tecnico o mesmo pede a contratação de novos jogadores que consequentemente outros ficaram a disposição, e na minha opinião o bom bom mesmo trabalha o elenco e faz jogar com o que tem. Exemplo o Palmeiras eu sinto falta de um meia de criação que chame a responsabilidade,na base temos um que poderia se encaixar é o Alanzinho de a ale oportunidade para que possa desenvolver mais o seu futebol,a exemplo o wue faz o Athetico Paranaense, ontem no jogo contra o Gremio tinha 5 jogadores da base e vejam não era um jogo facil estavam disputando vaga para uma final de copa do Brasil

CBF merece e apanhar na cara mesmo,a onde já se viu querer impor nas decisões interna de um clube,,a regra e clara em todas as profissões se um funcionário não estiver fazendo o seu trabalho correto e previsto naquilo que foi colocado tem que pegar a contar mesmo e pronto e quantas vezes for necessário fazer a trocar e pronto...faz parte das normas internas de qualquer empresa ou time.....

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias