13/12/2019 15:50

Confira as estatísticas e principais feitos do elenco alviverde nessa temporada

WEVERTON: 2ª MENOR MÉDIA DE GOLS SOFRIDOS NA HISTÓRIA PALMEIRENSE

O goleiro Weverton chegou ao final de 2019 com uma importante marca: a de ser, no momento, o segundo goleiro menos vazado dos 105 anos de história da agremiação palestrina levando em consideração a média de tentos sofridos: em 89 jogos pelo Palmeiras até hoje, são 57 gols tomados, média de 0,6 por partida – igual a de Gato Fernández, que em 1994 atuou no Alviverde por 35 partidas e sofreu 22 gols. Já a melhor média de um guarda-metas na história esmeraldina pertence ao paraguaio Benítez, com apenas 13 gols sofridos em 24 jogos (média de 0,5). Os dados computam apenas goleiros que atuaram pelo menos 10 vezes pelo Verdão.



LEIA TAMBÉM: Destaques e recordes do verdão em 2019

FERNANDO PRASS: DESPEDIDA DO PALMEIRAS APÓS SETE TEMPORADAS

Ídolo do Palmeiras e símbolo da reconstrução do clube nos últimos anos, o goleiro Fernando Prass deixou o Verdão ao fim do Campeonato Brasileiro de 2019 após sete temporadas. No Alviverde, o atleta de 41 anos acumulou diversos números positivos e um feito inédito: nunca um título alviverde havia sido conquistado com um gol de goleiro até a Copa do Brasil de 2015, quando o eterno camisa 1 cobrou a última penalidade contra o Santos e garantiu a primeira taça da história do Allianz Parque.

FERNANDO PRASS: 8º GOLEIRO COM MAIS PARTIDAS NA HISTÓRIA DO CLUBE

Primeiro goleiro contratado pelo Palmeiras desde o paraguaio Gato Fernández, em 1994, Prass se despede como o oitavo goleiro com mais partidas pelo clube na história (atrás apenas de Leão, Marcos, Valdir de Morais, Velloso, Oberdan, Sérgio e Gilmar) e o segundo que mais atuou no século (atrás apenas de Marcos, com 392). No total de atletas que mais vestiram a camisa alviverde, ocupa a 39ª posição.

EDU DRACENA: DESPEDIDA DO FUTEBOL NO PALCO ONDE COMEÇOU A CARREIRA

Aos 38 anos, Edu Dracena pendurou as chuteiras no fim da temporada. A última partida como profissional foi na noite do dia 05/12, na goleada por 5 a 1 diante do Goiás, pela 37ª rodada do Brasileirão, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, justamente onde o zagueiro começou na carreira, em 1999, pelo Guarani. No adeus, o camisa 3, com a braçadeira de capitão, completou 26 partidas seguidas sem derrota em competições oficiais (16 vitórias e 10 empates).

EDU DRACENA: 8º ZAGUEIRO COM MAIS PARTIDAS PELO CLUBE NO SÉCULO XXI

Com 128 jogos (três gols e dois títulos brasileiros) desde que chegou ao Verdão, em 2016, Dracena está entre os 10 de zagueiros que mais atuaram pelo Maior Campeão do Brasil no Século XXI, atualmente na 8ª posição – o líder deste ranking é o defensor Maurício Ramos, que atuou em 192 jogos entre 2009 e 2013.

Vitorioso por onde passou, o zagueiro Edu Dracena conquistou um Campeonato Grego (2002/2003), três Campeonatos Mineiros (2003, 2004 e 2006), duas Copas do Brasil (2003 e 2010), quatro Campeonatos Brasileiros (2003, 2015, 2016 e 2018), um Campeonato Turco (2006/2007), uma Supercopa da Turquia (2007/2008), três Campeonatos Paulistas (2010, 2011 e 2012), uma Copa Libertadores (2011) e uma Recopa Sul-Americana (2012).

VITOR HUGO: 4º ZAGUEIRO COM MAIS PARTIDAS PELO CLUBE NO SÉCULO XXI

Após 131 jogos em sua primeira passagem (entre 2015 e 2017), o defensor jogou mais 20 vezes desde sua volta, no meio da temporada 2019, e chegou a 151 jogos pelo Palmeiras. Com isso, subiu no ranking de zagueiros com mais partidas pelo clube neste século, saltando da quinta para a quarta colocação, ultrapassado Leonardo (então 4º colocado com 147 prélios entre 2001 e 2006). Agora, nessa lista, os próximos alvos do atleta são: Danilo (3º colocado com 154 duelos entre 2009 e 2011), Henrique (2º colocado com 161 partidas entre 2008 e 2014) e Maurício Ramos (1º colocado com 192 jogos entre 2009 e 2013).

GÓMEZ: ZAGUEIRO-ARTILHEIRO DO TIME NO ANO ENTRA PARA GRUPO SELETO

Gustavo Gomez marcou cinco gols em 2019 e entrou para um grupo seleto formado por Yerry Mina (que fez cinco gols na temporada de 2017), Vitor Hugo (que fez cinco gols em 2016), Luís Pereira (cinco gols em 1971 e outros cinco em 1972) e Bianco Gambini (cinco tentos em 1916).

O maior zagueiro-artilheiro do Verdão em todos os tempos é Loschiavo, que marcou 11 gols em 1923 e, depois, repetiu o feito em 1925. Em seguida, está Vágner Bacharel, que em 1983 guardou nove bolas na rede, seguido de Cléber e Vitor Hugo, ambos com oito em 1996 e 2015, respectivamente, de Luis Pereira, com seis em 1974, e Nen, com seis em 2004.

GOMÉZ E LUAN: ZAGA COM 2ª MAIOR SEQUÊNCIA SEM SOFRER GOLS NA HISTÓRIA

Com Gustavo Gómez e Luan em campo, o Palmeiras ficou sem sofrer gol por 1081 minutos consecutivos (sem considerar os acréscimos) nesta temporada. Foram 908 minutos referentes a 11 duelos iniciados pela dupla (já descontando o tempo em que Luan saiu sentindo dores aos 27 da etapa inicial contra o Santos, pela 8ª rodada do Paulista de 2019, e aos 26 do segundo tempo contra o Botafogo-RJ, pela 6ª rodada do Brasileiro) e outros 83 correspondentes ao tempo restante do derby com o Corinthians, pela 5ª rodada do Estadual, quando foi iniciada a sequência (logo após o time ter sido vazado aos sete minutos daquele clássico), somados aos 40 minutos do jogo contra o Internacional pela Copa do Brasil, minuto em que saiu o gol do time colorado. O recorde na história palestrina sem tomar gol levando em conta uma dupla de zaga, entretanto, ainda pertence a Marcio e Vágner Bacharel que, em 1987, garantiram que o time ficasse por exatos 1221 minutos (sem acréscimos) intransponível.

MARCOS ROCHA: JOGADOR COM MAIS DESARMES CERTOS NO BRASILEIRÃO 2019

Levando em conta apenas desarmes certos (ou seja, quando um jogador rouba a bola de seu adversário e a pelota continua sob posse de seu time), o camisa 2 do Alviverde fechou o Brasileirão 2019 como o atleta que mais atravancou jogadas rivais, com 103 desarmes, enquanto o ala-esquerdo Diogo Barbosa ficou na 3ª posição com 80, isolado. Gregore, volante do Bahia, ficou na 2ª colocação do ranking, com 102 lances coibidos.

DIOGO BARBOSA: 3º COM MAIS INTERCEPTAÇÕES CERTAS NO BRASILEIRÃO 2019

Além de ser referência nos desarmes, o lateral-esquerdo do Palmeiras figurou também no topo do ranking de interceptações certas no Campeonato Brasileiro (ou seja, quando uma tentativa de passe adversária ou de lançamento é retida no meio do caminho e dominada pelo jogador): ao fim do Brasileirão 2019, ele ficou com a 3ª colocação, com 25 interceptações certos, ao lado de Ralf, volante do Corinthians – ambos ficaram atrás apenas de Victor Cuesta, zagueiro do Internacional (2º, com 28), e Jorge, lateral do Santos (1º, com 32).

FELIPE MELO: SEGUNDO GOL MAIS TARDIO DA HISTÓRIA DO ALLIANZ PARQUE

O volante palmeirense anotou o gol da vitória por 1 a 0 sobre a Chapecoense, no dia 17/10, pela 26ª rodada do Brasileirão, aos 54 minutos do segundo tempo, registrando, assim, o segundo gol que mais demorou a sair na história do Allianz Parque. O recorde pertence a Fabiano, que, aos 54min15s, garantiu o triunfo por 3 a 2 sobre o Peñarol, no dia 12/04/2017, pela fase de grupos da Copa Libertadores.

BRUNO HENRIQUE: 5º VOLANTE COM MAIS GOLS NA HISTÓRIA DO PALMEIRAS

Autor de 28 gols em 143 partidas desde que chegou ao clube, em 2017, Bruno Henrique já é o quinto volante com mais gols na história do Palmeiras, atrás apenas de Dudu (29 gols nos anos 60 e 70), Magrão (29 tentos nos anos 2000), Marcos Assunção (31 gols entre 2010 e 2012) e Zequinha (41 gols nos anos 50 e 60). Com as dez bolas na rede neste ano, Bruno superou nomes como o de Waldemar Fiume (27 gols), Og Moreira (também 27) e Cesar Sampaio (25).

Quando o assunto se restringe às médias, o atual meio-campista esmeraldino salta para a segunda posição, atrás apenas de Marcos Assunção (média de um gol a cada 5,10 jogos, contra 4,67 de Assunção).

BRUNO HENRIQUE: 3º ARTILHEIRO PALMEIRENSE NO BRASILEIRO DE PONTOS CORRIDOS

Artilheiro do Palmeiras no Brasileirão-2019 com 10 gols, Bruno Henrique chegou a 21 bolas na rede considerando apenas jogos pela competição nacional, número que lhe rende a terceira posição no ranking de maiores goleadores alviverdes da era dos pontos corridos, atrás apenas de Willian (22) e Dudu (41).

Somando as duas últimas edições do torneio nacional, o jogador já balançou as redes 19 vezes e, nesse mesmo período, apenas cinco nomes marcaram mais gols do que ele: Gabriel, do Flamengo (44), Bruno Henrique, do Flamengo (21), Everton, do Grêmio (21), Gilberto, do Bahia (20) e De Arrascaeta, do Flamengo (20).

DUDU: 2º MAIOR ARTILHEIRO DO CLUBE NA HISTÓRIA DOS CAMPEONATOS BRASILEIROS

Dudu encerrou a temporada de 2019 com 41 gols pelo Palmeiras em Campeonatos Brasileiros e se isolou na segunda colocação do ranking de maiores artilheiros do clube na história da principal competição do país. Só neste Brasileirão, com nove gols, o camisa 7 deixou para trás os ídolos Edmundo (agora quinto da lista, com 34), Ademir da Guia (quarto com 36) e Leivinha (3º com 40), perdendo apenas para César Maluco, líder absoluto com 61 bolas na rede.

DUDU: DISPARADO O MAIOR ARTILHEIRO DO PALMEIRAS NO SÉCULO XXI

Com um total de 68 gols pelo clube, Dudu é o maior artilheiro do Palmeiras no século XXI, à frente de Vágner Love, com 54. No ranking geral da história alviverde, é o 32º colocado – o próximo alvo é o ponta-esquerda Nei, com 70 gols. O líder neste quesito é Heitor Marcelino Domingues, com 317 gols, entre 1916 e 1931.

DUDU: JOGADOR DE LINHA COM MAIS PARTIDAS E VITÓRIAS NO SÉCULO XXI

Com 293 partidas, Dudu é o jogador de linha que mais entrou em campo pelo Palmeiras no século XXI, atrás apenas do goleiro Marcos, com 392. No geral da história do clube, independentemente da posição, ele é o 34º, logo atrás de Carnera, com 295 partidas. O líder dessa lista é Ademir da Guia, com 902.

O duelo com o Cruzeiro, no fechamento do Brasileirão-2019, também marcou a 168ª vitória do jogador pelo clube. No século XXI, apenas o goleiro Marcos tem mais triunfos, com 182. Já se for considerar a lista dos que mais venceram pelo clube em todos os tempos, Dudu ocupa a 31ª posição, isolado, logo atrás de Cesar Maluco, com 170. Este ranking é liderado por Ademir da Guia, com incríveis 514 triunfos entre os anos 60 e 70.

DUDU: JOGADOR COM MAIS GOLS, MAIS ASSISTÊNCIAS E MAIS PARTIDAS EM 2019

Com 13 gols na temporada, Dudu fechou o ano como artilheiro do time ao lado de Gustavo Scarpa. O camisa 7 também foi o principal garçom do Verdão no ano (18 assistências), quem mais partidas disputou (65) e quem mais minutos jogou (5747). Em jogos válidos pelo Brasileirão, Dudu foi o vice-artilheiro com nove gols (atrás só de Bruno Henrique, com 10), o maior garçom (11 assistências), quem mais partidas disputou (36 de 38 possíveis) e quem mais minutos jogou (4263, sem levar em conta eventuais acréscimos).

Desde que chegou ao Verdão em 2015, essa é a segunda vez que Dudu termina a temporada como artilheiro – a outra foi logo em seu ano de estreia, com 16 bolas na rede. Em 2016, o artilheiro foi Gabriel Jesus, com 21; em 2017, Willian, com 17; e em 2018, Miguel Borja, com 20.

É também a segunda vez que o Baixinho encerra o ano como recordista em jogos (em 2018 atuou 68 vezes, assim como Willian Bigode e Bruno Henrique). No ano da chegada de Dudu no Verdão, foi o goleiro Fernando Prass quem mais jogou na temporada (68 partidas); em 2016, o zagueiro Vitor Hugo (59); e em 2017, o volante Tchê Tchê (55).

Levando em consideração as assistências, Dudu sempre foi o número 1 ao fim de cada um dos anos em que atuou desde a sua chegada: em 2015 foram 13 passes a gol, em 2016 foram 12, em 2017 obteve novamente 12 assistências, em 2018 foram 19 e, agora, em 2019, chegou a 18 passes a gol. No total, Dudu serviu os companheiros para balançar as redes em 74 oportunidades.

Aliás, com os três passes para os gols de Gustavo Gómez, Deyverson e Hyoran na goleada sobre o Santos, no primeiro turno do Brasileiro de 2019, Dudu fez, pela terceira vez no Verdão, um hat-trick de assistências. A primeira foi contra o Grêmio, em 2016, na vitória por 4 a 3, e a segunda foi na goleada por 4 a 0 diante do Linense, pelo Campeonato Paulista de 2017. Com 41 assistências, Dudu é disparado o jogador que mais deu gols para os seus companheiros no Campeonato Brasileiro desde 2015. Gustavo Scarpa, com 25, vem na sequência.

DUDU: PALMEIRENSE MAIS PREMIADO NA HISTÓRIA DO TROFÉU BOLA DE PRATA

Eleito mais uma vez para a seleção do Campeonato Brasileiro no tradicional prêmio Bola de Prata, Dudu se tornou o único jogador da história do Palmeiras a ter conquistado o troféu em quatro anos consecutivos. Além disso, com cinco troféus no total (pois recebeu também a Bola de Ouro de melhor jogador da competição em 2018), Dudu é o palmeirense mais premiado de todos os tempos e o 9º no geral.

GABRIEL VERON: 2º ATLETA MAIS NOVO A BALANÇAR A REDE PELO VERDÃO

Logo em seu segundo jogo pela equipe profissional do Palmeiras, diante do Goiás, pela penúltima rodada do Brasileirão-2019 (o primeiro havia sido contra o Fluminense, no revés por 1 a 0 pela 35ª rodada), a Cria da Academia, de 17 anos, mostrou ser cartão de visitas: ele entrou aos 11 minutos do segundo tempo e, em apenas 34 minutos, marcou dois gols e concedeu uma assistência.

Além disso, com 17 anos, três meses e dois dias, Veron se tornou o segundo jogador mais novo da história do clube a balançar as redes, atrás apenas de Juliano, que no dia 19/08/1998, contra o Nacional-URU, pela Copa Mercosul, deixou sua marca aos 16 anos, 11 meses e 23 dias. Nesta lista, Veron superou o ídolo Mazzola, que era o segundo colocado por ter marcado gol contra o Catanduva, em 29/01/1956, com 17 anos, seis meses e cinco dias.

No Palmeiras desde 2017, quando chegou para atuar no time Sub-15, o atacante conquistou títulos por todas as categorias que passou no clube. Veloz, habilidoso e forte fisicamente, ele despontou como um dos destaques do time no Mundial de sua categoria conquistado no ano passado (inclusive sangrando-se artilheiro, com nove gols – com destaque para sua atuação na final, diante do Real Madrid-ESP) e um dos principais jogadores no Mundial de Seleções Sub-17, conquistado pelo Brasil no dia 17/11/2019, diante do México, sendo, inclusive, eleito o Bola de Ouro da competição.



Pelo Palmeiras, Veron já foi campeão da Premier Cup Sub-15 (2017), Mundial de Clubes Sub-17 (2018 e 2019), Paulista Sub-17 (2018), Copa RS (2018), Copa do Brasil Sub-17 (2019), Copa do Brasil Sub-20 (2019) e do Campeonato Paulista Sub-20 (2019).

Palmeiras, Estatísticas, Temporada, Verdão, Elenco




PALMEIRAS CAMPEÃO MUNDIAL? SÃO PAULO CAMPEÃO DA COPA DO BRASIL? PALPITES PARA O ANO DE 2020

LEIA TAMBÉM: Vem ou não vem? Entenda por que Rony ainda não decidiu seu futuro

LEIA TAMBÉM: [COMENTE] Você acredita que Ramires possa dar a volta por cima no Palmeiras?

LEIA TAMBÉM: WTorre estabelece cronograma de instalação da grama sintética no Allianz Parque; veja as datas



1437 visitas - Fonte: palmeiras.com.br

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias

Próximo Jogo - Paulista

Dom - 16:00 - Fonte Luminosa - Globo,Premiere
Palmeiras
São Paulo

Último jogo - Paulista

Qua - 19:15 - Novelli Júnior - Itu
Ituano
0 4
Palmeiras
Untitled Document
Classificação
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota