PARALISAÇÃO DOS JOGOS? Presidente da CBF fala sobre pausa no calendário do Brasileirão

14/5/2024 10:32

PARALISAÇÃO DOS JOGOS? Presidente da CBF fala sobre pausa no calendário do Brasileirão

PARALISAÇÃO DOS JOGOS? Presidente da CBF fala sobre pausa no calendário do Brasileirão

Ednaldo Rodrigues, presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), afirmou que irá acatar a decisão dos clubes sobre a paralisação do futebol brasileiro por conta da tragédia envolvendo o Rio Grande do Sul nos últimos dias. Em entrevista ao Ge, o dirigente, no entanto, afirmou que irá expor aos clubes o contraponto que uma paralisação no calendário geraria. "Primeiro, reitero sempre a nossa solidariedade a todo o povo do Rio Grande do Sul, por tudo o que está passando. Sobre o pedido de paralisação, é interessante que possamos ouvir todos os clubes para definir.

Isso envolve calendário, classificação para as competições sul-americanas e até a Intercontinental, caso um clube brasileiro ganhe a CONMEBOL Libertadores. Não é tão fácil assim. Mas somos todos democráticos. Depois de colocar todos esses pontos para que eles definam, não tenho como ficar contrário [aos clubes] porque nossa gestão é democrática. Vamos mostrar o contraditório dessa paralisação, mas vamos respeitar a decisão dos clubes."

Sobre a possibilidade de ser criada uma medida protetiva a Grêmio, Internacional e Juventude, clubes afetados pela tragédia, como por exemplo evitar o rebaixamento dos três, Ednaldo se mostrou contrário. "Essa teoria eu não concordo. De imediato eu rechaço. Quando se faz uma competição, se obedece leis e princípios. E as competições têm interdependência umas com as outras. Quatro clubes sobem de divisão, quatro são rebaixados.

Quem tem o bônus também tem que ter o ônus. Não se pode dizer "[um time] não vai ser rebaixado" se [o mesmo time] puder ser campeão. Fere os princípios da moralidade."

Vale lembrar que qualquer paralisação a ser feita pela CBF só pode ser oficializada a partir de um Conselho Técnico envolvendo os participantes do Brasileirão. E esse encontro tem data marcada: 27 de maio. Posicionamentos oficiais, sejam eles a favor ou contra à paralisação, acontecem para pressionar a CBF e não tem poder decisivo até a reunião.

O que é necessário para que aconteça a paralisação? A definição para a paralisação ou não do Brasileirão acontecerá por meio de uma votação. Os 20 clubes vão expressar suas opiniões durante o Conselho Técnico. Para que aconteça uma definição, a 'maioria simples' em uma votação resolve. Ou seja, 11 votos são necessários para que a CBF acate o que for definido.

No entanto, na visão da CBF, qualquer decisão também tem que levar em conta todas as séries do futebol brasileiro. Ou seja, a maioria dos votos da primeira divisão poderia resolver a divisão principal, mas não significa que resolveria a situação de outras series. Por ora, a entidade defende que somente uma decisão que tenha adesão de todas as divisões de masculino e feminino para paralisar o futebol faria sentido. A CBF não cogita parar uma divisão e manter outras.

Vale lembrar que somente a Liga Forte União, representada por 11 clubes da primeira divisão, já é suficiente para que se chegue a um cenário necessário para uma posição.

Quem é a favor, contra e quem ainda não se posicionou? A ESPN procurou todos os times nos últimos dias e questionou quem era contra ou a favor da paralisação. Até o fechamento desta matéria, a reportagem ainda não obteve todas as respostas. Veja abaixo o cenário. A favor da paralisação: Atlético-MG, Atlético-GO, Athletico-PR, Botafogo, Criciúma, Cruzeiro, Cuiabá, Grêmio, Juventude, Fluminense, Fortaleza, Internacional, Vasco.

Sem posicionamento: Bahia, Corinthians, Red Bull Bragantino, São Paulo, Vitória. Contra a paralisação: Flamengo, Palmeiras.







2010 visitas - Fonte: -

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

no meu entender, embora tenha que existir solidariedade de auxílio, apoio... entendo que a paralisação não ajuda em nada... se houver um clube, que pelo atingimento real não possa continuar... que o mesmo seja retirado da competição... e mantido antecipadamente para o próximo ano... ou seja, benefícios do campeonato e sem os prejuízos para o próximo ano... NÃO tem essa de regras para rebaixamento, não participa, não pode ser campeão, também não é rebaixado... direitos responsabilidades pra quem ficar

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou .

Últimas notícias

publicidade

Libertadores

Qui - 19:00 - Allianz Parque -
X
Palmeiras
San Lorenzo

Copa do Brasil

Qui - 19:00 - Santa Cruz
0 X 0
Botafogo Sp
Palmeiras