Venda de Estêvão Pode Ser Maior da História de Clube Brasileiro

22/6/2024 15:23

Venda de Estêvão Pode Ser Maior da História de Clube Brasileiro

Venda de Estêvão Pode Ser Maior da História de Clube Brasileiro

A venda de Estêvão pelo Palmeiras ao Chelsea por 61,5 milhões de euros (cerca de R$ 358 milhões na cotação atual) pode ser a maior da história de um clube brasileiro, superando as transações envolvendo Vitor Roque, Endrick e Neymar. Dos 61,5 milhões de euros, são 45 milhões de euros fixos e 16,5 milhões de euros em metas. O Verdão tem direito a 70% da quantia, enquanto o atacante e sua família têm os outros 30%. O líder dessa lista até então era Vitor Roque, que foi negociado com o Barcelona por 74 milhões de euros pelo Athletico-PR. No entanto, no futebol espanhol, os clubes são obrigados a pagar impostos e taxas ao governo, e geralmente incluem esse valor no montante da negociação. No caso do ex-jogador do Athletico-PR, esses impostos ficaram em 13 milhões de euros, pagos diretamente pelo Barcelona ao fisco espanhol. Assim, nada desse valor foi para o clube vendedor e ou para o atleta: o valor real da transação entre os clubes, portanto, foi de 61 milhões de euros.

O mesmo aconteceu com Endrick. O valor global da negociação entre Palmeiras e Real Madrid foi de 72 milhões de euros, mas deste montante 12 milhões de euros foram de impostos e taxas que o clube espanhol teve que pagar. A transferência do garoto, então, ficou em 60 milhões de euros - incluindo bônus a serem pagos por metas cumpridas, assim como Estêvão. O caso mais complexo para a base de comparação das negociações mais caras do futebol brasileiro é o de Neymar. A venda do atacante pelo Santos ao Barcelona foi anunciada em maio de 2013 por 17,1 milhões de euros. Este foi o valor pago pelo clube catalão ao brasileiro. Mais tarde, porém, o próprio Barcelona revelou que a transação custou cerca 57 milhões de euros.

A diferença de quase 40 milhões de euros foi paga à empresa N&N (sigla para Neymar e Nadine, pais do jogador). – A negociação envolvendo o Neymar teve várias divisões. Na época, 40 milhões de euros foram para o próprio Neymar. O Santos ficou com 17,1 milhões de euros, e alguns outros bônus totalizaram 60,5 milhões de euros – afirmou o empresário André Cury, um dos responsáveis pela negociação de Neymar na época e agente de Estêvão e Vitor Roque. – Hoje, em questões de valores totais, a transação do Estêvão é a maior da América – completou.

Veja as maiores vendas do futebol brasileiro, incluindo bônus por metas: Estevão - Chelsea (61,5 milhões de euros) Vitor Roque - Barcelona (61 milhões de euros) Endrick - Palmeiras (60 milhões de euros) \u2060Neymar - Barcelona (57 milhões de euros)* Vinicius Junior e Rodrygo - Real Madrid (45 milhões de euros) *Valores são investigados A reportagem entrou em contato com o Palmeiras , que considera ter feito a maior transação do futebol brasileiro. O acordo foi celebrado no clube, mesmo tendo 70% dos direitos econômicos de Estêvão. O Verdão ainda conseguiu segurar o atacante para a disputa do Mundial de 2025.







660 visitas - Fonte: -

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou .

Últimas notícias

publicidade

Brasileiro

Qui - 19:30 - Allianz Parque -
X
Palmeiras
Atletico Goianiense

Brasileiro

Dom - 18:30 - Allianz Parque
2 X 0
Palmeiras
Bahia