4/7/2019 15:11

O que a derrota do Palmeiras em amistoso mostra para a sequência do ano

A derrota do Palmeiras por 2 a 1 para o Guarani, ontem, de virada, em amistoso disputado em Campinas, reforçou alguns pontos positivos da equipe, mas serviu tambepm para jogar luz sobre aspectos que ainda podem melhorar. Líder do Campeonato Brasileiro, com a melhor campanha da Libertadores e vivo na disputa pela Copa do Brasil, o time de Luiz Felipe Scolari terá um semestre intenso pela frente, com uma maratona de jogos e dependerá bastante da força do elenco.


Com um grupo de 33 jogadores à disposição de Felipão, o Palmeiras deve manter o rodízio de titulares que deu certo no ano passado para a sequência do ano. O time volta a fazer um jogo-treino hoje contra o Operário-PR, às 15h30, em atividade fechada na Academia de Futebol, e volta às competições oficiais na próxima quarta-feira (10), contra o Internacional, no Allianz Parque, pela Copa do Brasil.

O que o amistoso mostrou: Intensidade no início se mantém forte Uma das principais características do Palmeiras de Felipão deu as caras em Campinas: o início em ritmo muito forte. O Verdão acuou o Guarani nos primeiros 15 minutos com os titulares em campo, acumulou chances de gol e abriu o placar cedo com Edu Dracena, aproveitando cruzamento de Dudu em jogada ensaiada de escanteio. As bolas paradas, aliás, foram outro ponto forte presente. Depois, o time naturalmente baixou a intensidade, por se tratar de um amistoso e pelo longo período de inatividade.

Deyverson segue sem reserva confiável Não é à toa que Deyverson é um dos jogadores de mais confiança de Felipão e um dos que menos entra no rodízio. O centroavante, hoje, não tem substituto à altura. Arthur Cabral entrou aos 15 do segundo tempo e nem de longe repetiu o desempenho do titular: sem a mesma mobilidade, deu pouca opção de passe, não brigou bem pelas bolas longas e não teve a mesma eficácia na marcação. Perdeu chance clara de cabeça após passe de Raphael Veiga. O outro centroavante do elenco, Borja, também não vive boa fase.

Weverton é o número 1 O goleiro palmeirense foi um dos destaques de um jogo morno em Campinas. Seguro, foi bem quando exigido e nada pôde fazer nos gols do Guarani. Ainda defendeu um pênalti na primeira etapa, pegando com as pernas a batida no meio do gol de Vitor Feijão. Hoje, Weverton é titular indiscutível de Felipão, bem à frente dos xodós da torcida Fernando Prass e Jailson.

Opções para a zaga podem ficar curtas Com a saída por empréstimo de Juninho para o Bahia, confirmada ontem, o Palmeiras ficou com apenas quatro zagueiros no elenco profissional: Gustavo Gómez, Luan, Edu Dracena e Antônio Carlos. Com Gómez e Antônio poupados do amistoso, Felipão recorreu ao pouco utilizado Fabiano, lateral direito de ofício, para compor a zaga no segundo tempo. Lesões ou suspensões no decorrer da temporada podem causar uma situação como essa no setor. A avaliação da diretoria no momento é que o Palmeiras está bem servido na posição. O jovem Vitão, destaque do sub-20, também pode ser aproveitado.

"Encostados" mostram pouco Felipão deu oportunidade a alguns jogadores que pouco ou nada atuaram na temporada, como Jean, Fabiano, Carlos Eduardo e Arthur Cabral, mas nenhum teve boa atuação. É claro que o pouco entrosamento da equipe no segundo tempo, com muitas trocas, tem peso na avaliação, mas os desempenhos individuais também passaram longe de convencer. Jean e Fabiano, especialmente, formaram um setor que o Guarani conseguiu explorar na defesa alviverde. Hoje à tarde, contra o Operário, mais "encostados" devem ser observados, como Matheus Fernandes, Guerra e Felipe Pires.



LEIA TAMBÉM: Palmeiras renova o contrato de joia da base

LEIA TAMBÉM: [COMENTE] Solução caseira ou contratar: como a diretoria deve substituir Dudu no Palmeiras?

LEIA TAMBÉM: Vai ou fica? Futuro de Scarpa será definido apenas no fim deste mês


1221 visitas - Fonte: UOL Esportes

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

PENSO QUE A DIREÇÃO DO PALMEIRAS E COMISSÃO TÉCNICA NÃO ESTÃO LEVANDO A SÉRIO AS COMPETIDORES AS COMPETIÇÕES NO SEGUNDO SEMESTRE POIS ATÉ AGORA NÃO CONTRATARAM UM CENTROAVANTE DE NOME DE PESO PRA ATUAR NO ATAQUE, DEPOIS PODE ACONTECER UM FRACASSO E A TORCIDA FICAR DECEPCIONADA COM O TIME POIS OS MAIORES RIVAIS ESTÃO SE PREPARANDO.

para o guarani ja perdemos ate campeonato brasileiro, e podemos perder muito mais que nao paga o ano em que o bugre nao deixou o palmeiras ser rebaixado no paulista

Rudy Silva     

Mostra duas coisas. Que a maioria da torcida esta corretíssima em pedir a saida do Lucas Lima do time, e que o time alternativo não consegue manter o msm nivel da equipe titular.

Joao Batista     

Prá mim acho que como é amistoso não deram muita importância competição é outra coisa isso não abala ó time não

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou .

Últimas notícias

Próximo Jogo - Paulista

Dom - 16:00 - Arena Corinthians - Globo
Corinthians
Palmeiras

Último jogo - Paulista

Sáb - 16:30 - Major José Levy Sobrinho
Inter de Limeira
0 0
Palmeiras
Untitled Document
Classificação
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota
Untitled Document
Classificação
1 Santo André
2 Palmeiras
3 Novorizontino
4 Botafogo SP
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
19 10 6 1 3 12 9 3
19 10 5 4 1 15 4 11
16 10 3 7 0 9 4 5
8 10 2 2 6 7 21 -14