4/12/2019 13:21

Mattos se despede do Verdão e destaca os títulos conquistados e evolução na estrutura do clube

(Foto: Bruno Ulivieri/Agif/Folhapress)



O ex-diretor de futebol do Palmeiras, Alexandre Mattos, se pronunciou pela primeira vez desde a sua saída do clube, confirmada no domingo após a derrota para o Flamengo. Em tom conciliador, ele destacou as conquistas do Verdão desde a sua chegada e evitou qualquer tipo de resposta a alguns torcedores que o criticaram de forma muito dura nesta temporada.



Em nota oficial, Mattos falou sobre "orgulho e honra" de trabalhar no Palmeiras. Apontou o avanço na estrutura do clube e o crescimento financeiro da agremiação; "Atingimos os maiores patamares financeiros do clube de todos os tempos, saindo de uma receita de aproximadamente 240 milhões de reais, em 2014, para aproximadamente 650 milhões de reais em 2018".

Mattos citou, obviamente, os títulos conquistados pelo Palmeiras a partir da sua chegada - a Copa do Brasil e o Brasileirão em duas oportunidades. Ainda por cima, agradeceu ao ex-presidente Paulo Nobre, o atual presidente Maurício Galiotte e os atuais patrocinadores do Alviverde, José Roberto Lamacchia e Leila Pereira.

Confira abaixo a despedida de Alexandre Mattos:

Durante quase 5 anos tive o orgulho e a honra de trabalhar na Sociedade Esportiva Palmeiras com o objetivo principal de resgatar o protagonismo do clube e, principalmente, buscar títulos. Esperei passar os primeiros momentos de minha saída para, agora e de maneira muito calma, fazer os agradecimentos e um balanço do trabalho que foi realizado. Com a ajuda de uma equipe de trabalho dedicada e comprometida reestruturamos as dependências físicas da academia de futebol, que se tornou referência mundial e reestruturamos a categoria de base, que bateu recordes de convocações e participações em competições em todo o mundo, gerou receitas com vendas importantes e títulos.

Reestruturamos a área da saúde, prevenção e recuperação de atletas, que se tornou referência, criamos processos e metodologias de trabalho. Atingimos os maiores patamares financeiros do clube de todos os tempos, saindo de uma receita de aproximadamente 240 milhões de reais, em 2014, para aproximadamente 650 milhões de reais em 2018. Também elevamos o patamar das vendas, realizando a maior de toda a história do clube até o momento com o atleta Gabriel Jesus e outras tão importantes, como a de Yerry Mina, Roger Guedes, Keno, Vítor Hugo e outras mais. Retomamos o protagonismo em contratações buscando atletas em destaque e passamos a ser a primeira opção do mercado para os agentes nacionais e internacionais.

O departamento de inteligência saiu de um profissional com uma ferramenta para seis profissionais e oito ferramentas. Também reformulamos o elenco profissional com a formatação de uma equipe competitiva.

Já no primeiro ano de trabalho chegamos à final do Campeonato Paulista e conquistamos a Copa do Brasil. Após 22 anos, conquistamos o Campeonato Brasileiro em 2016 e, em 2018, veio mais um título, quando alcançamos o decacampeonato. Em 2017, fomos vice, mas sempre lutando para nos manter como protagonistas. Outro fato positivo: cinco participações consecutivas na Libertadores da América.

E com os resultados positivos no campo batemos recorde no número de sócios Avanti. Tiramos da frente os tabus negativos, que sempre prejudicaram o time e que causavam incômodo no torcedor. Todo esse legado fica para a história do Palmeiras e tenho certeza que enche de orgulho o apaixonado torcedor que sabe que toda essa transformação vai permitir ao clube sempre brigar por grandes conquistas. Lógico que diante de tantas decisões a serem tomadas os erros também aconteceram, porém o objetivo sempre foi fazer o melhor, isso o torcedor pode ter certeza.

Quero agradecer a mídia por todo o espaço que me possibilitou, mesmo quando houve a crítica, pois isso ajuda a refletir e melhorar e, em especial, aos setoristas do Palmeiras pela ótima convivência e carinho que sempre tiveram comigo.

Quero agradecer ainda ao ex-presidente Paulo Nobre que acreditou na minha capacidade e foi me contratar em Belo Horizonte, ao atual presidente Maurício Galiotte o meu eterno agradecimento por ter confiado em mim para a sequência do trabalho e ter possibilitado os avanços que faziam parte do projeto de melhora constante do departamento de futebol. Deixo também meu agradecimento aos dirigentes e conselheiros, aos patrocinadores do time, José Roberto Lamacchia e Leila Pereira, dois grandes apaixonados pelo Palmeiras que fazem tudo que podem pela instituição e que se tornaram referências para mim, eles sempre me apoiaram incondicionalmente, e, principalmente, pela amizade, aos profissionais com quem tive a honra de dividir o trabalho, aos funcionários do clube e, em especial, ao torcedor palmeirense que sempre me abraçou, apoiou e incentivou.

Muito obrigado de coração a todos.












Palmeiras, Mattos, Leila, Verdão



LEIA TAMBÉM: Regra da FIFA faz Corinthians jogar na Globo e Palmeiras ir para o Premiere na semi

LEIA TAMBÉM: Palmeiras é mais efetivo no segundo tempo do jogo

LEIA TAMBÉM:Veja os duelos das semifinais do Campeonato Paulista


5259 visitas - Fonte: Terra

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

VITOR DE FOLCO     

Acredito que vai ter seu trabalhado reconhecido futuramente . Todas as grandes contratações feitas eram sonho de consumo de todos os torcedores inclusive de outris times . Com certeza vamos sentir falta da sua rapidez e habilidade . Até onde sei as contratações eram feitas pra atender pedidos dis técnicos que nesta hora somem e nada assumem . Infelizmente o Palmeiras está com dificuldades de repor o Diretor e com certeza vamos sofrer com os riscos de não dar certo. Esquecemos que algins anis atras os jogadores rejeitam vir pro Palmeiras. A politica suja de alguns conselheiros venceu , estes mesmos que enterraram o Palmeiras em dividas e sem conquistas . Estejamos conscientes que a velha politica está em curso .

Drausio Filho     

Devolve oque vc " ganhou " fora teu salário....malandro!!

O grande erro do Mattos foi não ter acertado nenhum treinador no começo dos anos. 2015 começou com Osvaldinho, errou, 2016, Marcelo Oliveira, errou. 2017 Eduardo Baptista, maior erro de todos, 2018 Roger Machado, errou, e finalmente em 2019 o Felipão... que consequentemente pediu a vindas dos amigos chineses além dos craques Felipe Pires e Cazeduardo, mandando Arthur para o Bahia... assim como ele fez da outra vez, que mandou o Pierre para o Atlético e pediu para trazer o Daniel Carvalho. Ai não tem jeito, a casa cai mesmo... espero que o Palmeiras acerte na contratação do treinador para 2020

Felipe     

Qts linertadores? Vsf ladrao

Aurelio Claudete     

Gastou demais e produziu de menos

Aurelio Claudete     

Ganhou muito pouco pela carta branca que teve vendru os bom e troxe muitos ruins so dudu nao venderam e ta bem

Roberto Tolin     

Teve muitos méritos sim, nis ajudou bastante em toda a restruturação ao longo desses anos. Devemos sim, respeito e gratidão à ele, como profissional e ser humano, mas também houve falhas no percurso, como é inerente a todo ser humano, não imagino que por má fé mas sim, por escolhas equivocadas, mas como tudo tem um começo, meio e fim, este chegou. Obrigado pelos bons serviços prestados e seja feliz.

principal atividade feita pelo diretor é a questão do elenco. A montagem dele, admissões e demissões. O planejamento de todo o trabalho é na preparação da equipe. Tudo que envolve para que a estrutura funcione no clube. Principalmente em relação a jogadores, essa é a principal função.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou .

Últimas notícias

Próximo Jogo - Paulista

Dom - 19:00 - Allianz Parque - Premiere
Palmeiras
Ponte Preta

Último jogo - Paulista

Qua - 21:30 - Allianz Parque
Palmeiras
2 0
Santo André
Untitled Document
Classificação
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota
Untitled Document
Classificação
1 Santo André
2 Palmeiras
3 Novorizontino
4 Botafogo SP
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
19 10 6 1 3 12 9 3
19 10 5 4 1 15 4 11
16 10 3 7 0 9 4 5
8 10 2 2 6 7 21 -14