23/9/2014 10:54

Presidenciáveis do Palmeiras sugerem 'conversa' e 'choque'

Wlademir Pescarmona diz que o ideal seria conversar com líderes do grupo em busca de solução, enquanto Luiz Carlos Granieri quer afastamento de alguns jogadores

Wlademir Pescarmona já foi diretor de futebol (Foto: Ari Ferreira)

Wlademir Pescarmona e Luiz Carlos Granieri, candidatos de oposição nas eleições para presidente do Palmeiras no fim do ano, têm opiniões distintas sobre as medidas que podem salvar o clube do rebaixamento - domingo, o time sofreu um dos maiores vexames de sua história ao perder por 6 a 0 para o Goiás.

Ex-diretor de futebol, Pescarmona diz que conversaria com os líderes do elenco em busca de uma solução para a crise, mas salienta que Paulo Nobre, que também foi procurado e preferiu não se pronunciar, não costuma ouvir conselhos:

- Eu chamaria um ou dois líderes do elenco para conversar, tentar dar um incentivo. Já que a técnica não impera, que pelo menos tenham vontade. O elenco é esse mesmo, o técnico é esse, não tem muito mais o que fazer a não ser conversar muito.

E rezar... Ele (Nobre) não ouve a gente. Em abril do ano passado, fui à Academia com o Belluzzo e ele disse que estava tudo sob controle. Que assuma - disse, ao LANCE!Net.

Granieri tem opinião mais radical. Para ele, a solução mais adequada seria o afastamento de alguns jogadores e um "choque" no elenco:

- Foi algo muito triste, fora dos padrões do clube. O Palmeiras está fragilizado no aspecto técnico. Alguns dos contratados não têm condições de vestir a camisa do Palmeiras. Precisava afastar alguns, dar um choque no elenco, e analisar o rendimento, tanto de atletas, quanto da diretoria que cuida do futebol.

A votação, que pela primeira terá a participação dos sócios, será em 29 de novembro. Nobre ainda não confirmou candidatura, mas deve tentar a reeleição.

Alguns aliados, preocupados com o desgaste causado pela péssima campanha do time no ano do centenário, defendem que ele saia de cena para apoiar o vice Maurício Galliote. Um dirigente ouvido pela reportagem, porém, garante que não há chance disso acontecer.

Em 13 de outubro, as candidaturas passarão por um filtro no Conselho Deliberativo: os presidenciáveis precisam aprovados por, pelo menos, 15% dos membros do órgão, que hoje conta com cerca de 280 pessoas (cerca de 40 votos).

Além da novidade de liberar o voto para sócios, pela primeira vez será feita a escolha de chapa fechada, com presidente e quatro vices no mesmo grupo.

Até 2013, era possível escolher presidente de uma chapa, e vices de outras. A projeção dentro do clube é que até oito mil sócios participem da votação.




LEIA TAMBÉM: Mais um de saída? Clube da Arábia faz proposta por Raphael Veiga, do Palmeiras

LEIA TAMBÉM: [COMENTE] Para você, quem é o substituto ideal de Dudu caso o atacante saia do Palmeiras?

LEIA TAMBÉM: Cadê a proposta? Veja os impasses que atrasam a formalização da proposta ao Palmeiras por Dudu


7191 visitas - Fonte: Lancenet!

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou .

Últimas notícias

Próximo Jogo - Paulista

Dom - 16:00 - Arena Corinthians - Globo
Corinthians
Palmeiras

Último jogo - Paulista

Sáb - 16:30 - Major José Levy Sobrinho
Inter de Limeira
0 0
Palmeiras
Untitled Document
Classificação
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota
Untitled Document
Classificação
1 Santo André
2 Palmeiras
3 Novorizontino
4 Botafogo SP
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
19 10 6 1 3 12 9 3
19 10 5 4 1 15 4 11
16 10 3 7 0 9 4 5
8 10 2 2 6 7 21 -14