23/9/2014 19:12

Nathan lembra que jogava para "60 torcedores", mas aceita pressão

Em pouco mais de três semanas, Nathan deixou de ser zagueiro do sub-20 para ser titular do Palmeiras, chegar à Seleção Brasileira olímpica e até dar entrevista coletiva em vez de qualquer dirigente. Mas aceita a pressão de assumir a responsabilidade em um time que ocupa a última posição do Campeonato Brasileiro na temporada do centenário do clube.

“É complicado, cara. Não tinha vivido isso. Estava acostumado a jogar com 60 torcendo, sendo 50 familiares. Sem pressão, ninguém xingava, só apoio. Minha vida mudou em três semanas, tive que me adaptar muito rápido. Não esperava estar no profissional, mas sempre quis esse momento”, relatou, mostrando ser exatamente o que é: um garoto de 19 anos tentando lidar com uma crise. E com personalidade.

“Estou feliz no Palmeiras. Estou no profissional, vivendo viajando, em avião e tudo mais, como sempre esperei. Claro que queria o time melhor, em primeiro lugar, buscando Libertadores, mas esperei por sete anos para estar no profissional, no dia a dia com meus ídolos. Está sendo demais para mim. Não tenho que reclamar. É vida de jogador, uma hora teria que passar por briga contra o rebaixamento, assim como uma hora vou brigar para ser campeão”, continuou.

Assim, o zagueiro de 19 anos, há menos de um mês como profissional e com apenas dois jogos no time principal, aceita a responsabilidade que precisa assumir. Mesmo que seja por falta de opção, já que Victorino, Tobio, Wellington, Marcelo Oliveira e Thiago Martins não podem jogar por problemas físicos.

“Há três semanas, eu estava vivendo no sub-20, treinando todo dia. Agora, no profissional, é totalmente diferente. Mas quem está no Palmeiras, seja no sub-20, no sub-17, tem que estar preparado para tudo. Para vir e fazer o seu melhor”, discursou Nathan que, até o início do ano, nem zagueiro era, já que foi volante reserva do clube na Copa São Paulo de Futebol Júnior.

“Sou novo. Mas, se o Dorival confiou em mim para estrear e viver esse momento agora, é a hora. Tenho muita fé em Deus. Se Ele me colocou aqui, essa é a hora. Só quero trazer alegria de volta para o torcedor e ajudar o Palmeiras a sair dessa. Sei que sou novo, mas estou no grupo e vou ajudar no que puder”, reforçou.



LEIA TAMBÉM: Mais um de saída? Clube da Arábia faz proposta por Raphael Veiga, do Palmeiras

LEIA TAMBÉM: [COMENTE] Para você, quem é o substituto ideal de Dudu caso o atacante saia do Palmeiras?

LEIA TAMBÉM: Cadê a proposta? Veja os impasses que atrasam a formalização da proposta ao Palmeiras por Dudu


2301 visitas - Fonte: GazetaEsportiva

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou .

Últimas notícias

Próximo Jogo - Paulista

Dom - 16:00 - Arena Corinthians - Globo
Corinthians
Palmeiras

Último jogo - Paulista

Sáb - 16:30 - Major José Levy Sobrinho
Inter de Limeira
0 0
Palmeiras
Untitled Document
Classificação
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota
Untitled Document
Classificação
1 Santo André
2 Palmeiras
3 Novorizontino
4 Botafogo SP
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
19 10 6 1 3 12 9 3
19 10 5 4 1 15 4 11
16 10 3 7 0 9 4 5
8 10 2 2 6 7 21 -14