11/2/2019 17:29

Palmeiras se assusta com proposta do Grêmio a Tardelli

Preocupado com os boatos de que pode perder Borja para a China, o Palmeiras sondou no fim de semana os representantes de Diego Tardelli, a fim de entender sua pedida – o centroavante está livre desde 21 de janeiro, quando se encerrou o contrato com o Shandong Luneng, da China. E a primeira impressão alviverde é de que os valores na mesa estão muito altos.



O Verdão ouviu do staff de Tardelli que o Grêmio está disposto a pagar R$ 34 milhões fixos e outros R$ 5 milhões variáveis para assinar por três temporadas. Excluindo os bônus, que seriam pagos de acordo com metas, os R$ 34 milhões equivalem a R$ 871 mil mensais.

Se Tardelli conseguisse todos os variáveis, alcançaria os R$ 39 milhões, que lhe garantiriam vencimentos de R$ 1 milhão por mês pelo contrato de três anos – a conta inclui o 13º salário dos anos de 2019, 2020 e 2021.

O Atlético-MG, clube com o qual Tardelli tem enorme identificação, apresentou números inferiores e um vínculo mais curto, de duas temporadas. Sem a ajuda do BMG, novo patrocinador, o Galo só consegue chegar a R$ 500 mil mensais. O presidente atleticano Sérgio Sette Câmara tenta convencer o BMG a bancar outros R$ 300 mil, para chegar a R$ 800 mil mensais.

O Blog apurou com uma pessoa próxima ao atacante que não motivos para pressa. Até porque a janela na China só fecha em 28 de fevereiro e ele usa ofertas do exterior para pressionar os brasileiros a cederem em relação aos números exigidos. Enquanto defendeu o Shandong Luneng, ele recebeu cerca de R$ 2 milhões mensais de salário.

LEIA TAMBÉM: Em enquete Arthur Cabral é escolhido pela torcida para última vaga no Paulistão

Sem oferta: O Palmeiras também assegura que não recebeu qualquer notificação do Shanghai Shenhua a respeito do interesse em Borja. Apesar disso, entre os empresários brasileiros com bom trânsito na China, há a convicção de que os chineses farão uma proposta oficial em breve de € 6 milhões (R$ 25,4 milhões).

Tais cifras, certamente, serão recusadas pelo Palmeiras, que exigiria na pior das hipóteses recuperar os R$ 33 milhões investidos há pouco mais de dois anos. Importante: tal dinheiro foi obtido pelo Verdão junto à Crefisa e, por contrato, precisa ser devolvido depois da venda do atleta – o clube tem dois anos para reembolsar a parceira. Se vender por menos de R$ 33 milhões, o prejuízo é alviverde.


















Palmeiras, Tardelli, Mercado da bola



VEJA: Clique aqui e veja a baita viagem que a Mandala Turismo preparou para você aproveitar

LEIA TAMBÉM: Benja afirma que Palmeiras está interessado em nome de peso para 2020

LEIA TAMBÉM: [ENQUETE] Para você, o Palmeiras deve renovar com Edu Dracena ou liberá-lo?

LEIA TAMBÉM: O Palmeiras realmente pediu dinheiro à Rede Globo?



17409 visitas - Fonte: esportes.yahoo.com/ Jo

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Palmeiras recusou 16 mi de euros esses dias mesmo de um time da espanha, vai aceitar 6 mi agora porque? Piada.

Vende o Borja, vende o Deyverson, vende o Guerra. Pede pra tia Leila trazer Pato, Tardelli e Valdivia. Ia ser uma diferença brutal. Se quer ser campeão mundial, com o nível dos grandes europeus, tem de investir mais.

Ivan Oliveira     

Borja vale pelo menos 10 milhões de euros... Quanto ao Tardelli, isso é conversa de empresário, duvido muito que esses timinhos falidos tenham condições de pagar tanto dinheiro

Esse cara não vale tudo isso não, tem outro melhor por aí e só procurar

O borja nao da para vender por 25 milhoes mesmo tem qie tirar lucro e quento ao tardelli dinheiro é muito mesmo mas nao sera ma ideia e dinheiro nao e problema para o palmeiras

rodolfo dolfim     

Não da não da não e muito dinheiro envolvido

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias