29/1/2022 09:39

Vacina não será exigida na Libertadores, mas jogadores não imunizados terão problemas

A Conmebol não exigirá a vacinação contra a covid-19 para que jogadores participem de suas competições em 2022, mas as restrições de entrada na maioria dos países da América do Sul praticamente tornará a vacina obrigatória para jogar a Libertadores e a Sul-Americana.



Se um jogador do time mandante não tiver a vacina poderá atuar sem problema, mas terá dificuldade para viajar. Brasil (após determinação do STF), Argentina, Uruguai, Paraguai, Colômbia e Equador só deixam entrar em seus territórios o viajante que tiver o quadro de imunização para a covid-19 completo (duas doses ou dose única, a depender do laboratório).


Outros, como o Chile, exigem uma quarentena de alguns dias, o que inviabiliza a participação de um não vacinado na partida, já que os clubes normalmente desembarcam na véspera dos confrontos.


A coluna apurou que as restrições impostas para se viajar fez com que a Conmebol decidisse não exigir a vacinação, já que os deslocamentos a tornarão praticamente obrigatória. Para disputar a final da Libertadores em novembro passado no Uruguai, os membros das delegações de Palmeiras e Flamengo precisaram da vacina para entrar no país.


O técnico da seleção brasileira, Tite, deixou de convocar o lateral-esquerdo Renan Lodi, do Atlético de Madrid, porque ele não tem o ciclo vacinal completo. Um dos motivos foi de que ele não poderia entrar no Equador para o jogo realizado em Quito nesta quinta (27), pelas Eliminatórias - empate por 1 a 1.


No Brasil, a CBF publicou diretriz em que exigirá o ciclo vacinal completo contra a covid-19 para participação em seus campeonatos. O documento será obrigatório para relacionar o atleta para uma partida e, sem ele, o registro é automaticamente rejeitado.



Em 2021, a Conmebol recebeu doação de 50 mil doses de Coronavac do laboratório Sinovac, acordo intermediado pelo governo do Uruguai, que serviria para imunizar os membros dos clubes e seleções participantes de suas competições e da elite masculina e feminina das dez federações filiadas — além de funcionários de confederações e árbitros. Clubes como Palmeiras, São Paulo, Atlético-GO e Atlético-MG usaram esses imunizantes.

#palmeiras #verdao #alviverde #vacina #libertadores



VEJA TAMBÉM
- Confira a provável escalação do Palmeiras para o jogo contra o Athletico-PR
- 5 notícias do Verdão que bombaram hoje (30/06)
- “Algum time conseguirá parar?”, questiona jornal argentino sobre Palmeiras de Abel

LEIA TAMBÉM: Barcelona observará joia Endrick em torneio na França


E MAIS: No Brasileirão, Palmeiras vai buscar título inédito na era Abel Ferreira

E MAIS: Comissão técnica do Palmeiras pediu a manutenção de jovens da base













558 visitas - Fonte: Uol Esportes

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Lacração esquerdistas. O importante é NÃO estrar contaminado, deveria solicitar o teste recente e não vacinal que NÃO serve para proteger ninguém. Vacina experimental que NÃO deixa a pessoa imune e não tem o mínimo de informação sobre!

#AMCI1914
#BozoMito2022
#TodosSomosUM.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou .

Últimas notícias

Próximo Jogo - Libertadores

Qua - 19:15 - Gen. Pablo rojas - SBT,ConmebolTV
Cerro Porteño
Palmeiras

Último jogo - Brasileiro

Dom - 16:00 - Ressacada
Avaí
2 2
Palmeiras