29/5/2020 15:50

Quanto valeria hoje o time do Palmeiras campeão da Libertadores? Veja o comparativo

Confira detalhes do elenco campeão de 1999; Globo e GloboEsporte.com retransmitem a final contra o Deportivo Cali no domingo

O Palmeiras campeão da Taça Libertadores de 1999 foi o último grande investimento da Parmalat na parceria que durou de 1992 a 2000. O time-base de Felipão custou aproximadamente R$ 28,5 milhões (em valores da época), começou a ser montado anos antes e foi complementado por jogadores formados no clube.



LEIA TAMBÉM: Veja quais eram os rituais de Valdívia antes dos clássicos


Esse valor hoje, corrigido pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), daria pouco mais de R$ 100 milhões. É aproximadamente a metade do montante gasto pelo Flamengo na montagem do time-base campeão da Libertadores de 2019 (R$ 209 milhões). Só Arrascaeta custou R$ 80 milhões.

O valor também fica abaixo do que o próprio Palmeiras gastou para formar o time titular campeão brasileiro de 2018: pouco mais de R$ 120 milhões.

O dinheiro investido no passado parece pequeno em relação aos dias atuais, mas era representativo à época. O elenco teve reforços de peso, casos do zagueiro Júnior Baiano, que chegou no ano anterior e foi titular do Brasil na Copa do Mundo; do lateral-direito Arce e do atacante Paulo Nunes, referências do Grêmio multicampeão nos anos 90; e do centroavante Oséas, que tinha se destacado no Athletico e chegou ao Palmeiras ainda em 1997.

Há ainda um detalhe importante na equipe titular que venceu o colombiano Deportivo Cali na decisão: a maioria disputou Copa do Mundo, antes ou depois de 99. No mínimo, teve passagem pela Seleção.

Abaixo, em cima do time-base (mais Evair), mostramos o quanto foi investido na contratação dos jogadores e como eles se destacaram na seleção brasileira (e paraguaia).

Veja os detalhes:

• Marcos

Formado nas categorias de base do Verdão
Campeão do mundo com a seleção em 2002

O goleiro era reserva no começo da Libertadores e assumiu a posição após a lesão de Velloso. Depois de estrear na quinta rodada da fase de grupos, foi titular até o dia de sua aposentadoria, no começo de 2012, à exceção das vezes em que estava machucado. Dono de um busto na sede social e eternizado com a camisa 12, Marcos fez 533 jogos pelo clube.

• Arce
Contratado do Grêmio em 1998 por cerca R$ 3,3 milhões
Disputou duas Copas do Mundo com a seleção do Paraguai (1998 e 2002)

Depois de conquistar a Libertadores de 1995 com o Grêmio ao lado de Felipão, Arce foi contratado pelo Palmeiras em 1998 e permaneceu até 2003. Com grande poder nas bolas paradas, marcou três gols na Libertadores de 1999 e foi titular em todos os 14 jogos. No Verdão, fez 241 jogos e 57 gols.

• Junior Baiano
Contratado do Flamengo em 1998 por R$ 4,5 milhões
Foi titular da seleção brasileira na Copa de 1998

Depois de passagens por Flamengo, São Paulo e Werder Bremen da Alemanha, Junior Baiano fez história com a camisa do Palmeiras com os títulos da Copa Mercosul de 1998 e da Libertadores de 1999. Com o amuleto da banda Chiclete com Banana, ele marcou cinco gols na Libertadores e foi artilheiro do Verdão na conquista. Foram 73 jogos e 16 gols com a camisa alviverde.

• Roque Junior
O zagueiro foi incluído como segunda opção em uma negociação do São José com o Palmeiras, que inicialmente queria o atacante Vinicius.

Foi campeão da Copa do Mundo de 2002 com a Seleção
Chegou ao Palmeiras em 1995 e começou a Libertadores de 1999 como titular, mas jogando como volante. O zagueiro foi recuado para a sua posição de origem na semifinal contra o River Plate, quando marcou o segundo gol do Verdão na vitória por 3 a 0. Ele fez 207 jogos e 16 gols pelo Verdão.

• Junior
O lateral foi contratado do Vitória por cerca de R$ 582 mil em 1996
Foi campeão da Copa do Mundo de 2002 com a Seleção

Junior chegou ao Palmeiras com o peso de ser o substituto de Roberto Carlos e fez história, principalmente no time dos 100 gols de 1996 e depois na Libertadores de 1999. Ele permaneceu no Verdão até 2000, quando foi negociado com o Parma. Ele fez 337 jogos e marcou e 20 gols.

• César Sampaio
O volante era dono do próprio passe quando retornou ao Verdão em janeiro de 1999 após passagem de cinco anos pelo Yokohama Flugels, do Japão

Foi titular da seleção brasileira na Copa do Mundo de 1998
Capitão dos títulos históricos do Paulistão e do Brasileirão nos anos de 1993 e 1994, César Sampaio voltou em 1999 para ser o líder dentro de campo do Verdão na campanha da Libertadores de 1999. Ele tem 307 jogos com a camisa palmeirense e 25 gols.

• Galeano
Formado nas categorias de base do Palmeiras
Não teve passagem pela Seleção

Querido pela raça e dedicação, Galeano é o 12º jogador que mais vezes vestiu a camisa do Palmeiras na história do clube. Ele atuou em 13 dos 14 jogos da campanha na Libertadores de 1999, oito deles como titular. No total, o volante fez 479 jogos pelo Verdão e marcou 27 gols.

• Zinho
Retornou Yokohama Flugels, do Japão, em 1997 por R$ 2 milhões
Foi campeão da Copa do Mundo de 1994 com a Seleção

Assim como César Sampaio e Evair, Zinho fez parte dos times históricos de 1993 e 1999. O meia, que foi capitão no título da Copa do Brasil de 1998, foi titular nos 14 jogos da Libertadores de 1999. Em três passagens pelo clube, ele fez 333 jogos e 56 gols.

• Alex
O meia foi contratado do Coritiba em 1997 por R$ 3,6 milhões
Foi campeão da Copa América de 1999 e 2004 com a Seleção

Revelação com passagens pela seleção brasileira sub-20, Alex chegou ao Palmeiras em 1997 e depois teve mais duas passagens pelo clube. Na Libertadores de 1999, foi decisivo em dois jogos marcantes da campanha: contra o Vasco, no Rio de Janeiro, e contra o River Plate, na Argentina. Ele fez 243 jogos e marcou 78 gols com a camisa palmeirense.

• Paulo Nunes
O atacante foi contratado do Benfica, de Portugal, em 1998 por cerca de R$ 6,6 milhões
Foi campeão da Copa América de 1997 com a Seleção

Paulo Nunes foi um dos jogadores de confiança de Felipão que acompanhou o treinador no Palmeiras. Até hoje é lembrado pelos torcedores pela irreverência, com direito a provocação aos rivais, e também pela importância em momentos decisivos. O atacante foi titular nos 14 jogos do Verdão na Libertadores de 1999 com três gols marcados. No total, foram 133 jogos e 62 gols.

• Oséas
O atacante foi contratado do Athletico-PR por cerca de R$ 8 milhões
Foi convocado para amistosos da Seleção em 1996

Oséas estreou com gol no Palmeiras, em julho de 1997, na goleada por 4 a 0 contra o América-RN. Ele conquistou a Copa do Brasil de 1998, com direito a gol do título, a Mercosul de 1998 e a Libertadores de 1999. Na campanha do título sul-americano, ele foi vice-artilheiro com quatro gols.

• Evair
O atacante retornou ao Palmeiras com contrato de um ano, depois de uma temporada na Portuguesa
Teve passagem pela seleção principal e foi campeão pan-americano em 1987



Um dos maiores atacantes da história do Palmeiras, Evair retornou ao clube em 1999 para fechar seu currículo de títulos importantes com a conquista da Libertadores de 1999. Ele começou como titular na campanha e depois perdeu a posição para Oséas.

Mas foi destaque na decisão, quando marcou de pênalti o primeiro gol do jogo e acabou expulso no fim do segundo tempo. O atacante teve 245 jogos com a camisa palmeirense e 126 gols.


Palmeiras, Libertadores, 1999, Elenco, Valor, Flamengo, Comparação, Evair, Verdão



LEIA TAMBÉM: Mais um de saída? Clube da Arábia faz proposta por Raphael Veiga, do Palmeiras

LEIA TAMBÉM: [COMENTE] Para você, quem é o substituto ideal de Dudu caso o atacante saia do Palmeiras?

LEIA TAMBÉM: Cadê a proposta? Veja os impasses que atrasam a formalização da proposta ao Palmeiras por Dudu


1278 visitas - Fonte: Globoesporte.com

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou .

Últimas notícias

Próximo Jogo - Paulista

Dom - 16:00 - Arena Corinthians - Globo
Corinthians
Palmeiras

Último jogo - Paulista

Sáb - 16:30 - Major José Levy Sobrinho
Inter de Limeira
0 0
Palmeiras
Untitled Document
Classificação
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota
Untitled Document
Classificação
1 Santo André
2 Palmeiras
3 Novorizontino
4 Botafogo SP
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
19 10 6 1 3 12 9 3
19 10 5 4 1 15 4 11
16 10 3 7 0 9 4 5
8 10 2 2 6 7 21 -14