8/5/2021 12:00

[OPINIÃO] A eliminação é a melhor opção para o Palmeiras no Campeonato Paulista

Não há como forçar os profissionais do Palmeiras a entrarem em campo para perder da Ponte Preta no Moisés Lucarelli. Sem contar a ética esportiva, o Paulista faz parte do calendário brasileiro, tem premiação, cota de TV, etc.



A relevância, sim, é discutível. Com a ressalva de que é natural que torcida e clube valorizem suas conquistas. O estadual no ano passado entrou na conta da "tríplice coroa" alviverde. Na Europa, onde a expressão foi popularizada, representa os títulos da Liga dos Campeões, do principal campeonato do país e da copa nacional. Como o Bayern de Munique conseguiu na temporada passada, por exemplo. No Brasil, ninguém ainda alcançou o feito.


Mas em 2021 o Paulista se tornou um problema sério para o Palmeiras. Principalmente por ter começado antes do final da temporada anterior. Quer maior aberração que o time alviverde jogar um dérbi com o Corinthians pelo estadual entre as duas finais da Copa do Brasil? Sim, os clubes têm responsabilidade porque aceitam tudo de CBF e federações, mas não dá para tratar jogadores e comissões técnicas como robôs que executam as tarefas impostas sem maiores consequências. Se der defeito, troca uma peça, placa ou faz a reposição completa.


Gabriel Menino estourou, Abel Ferreira precisou ver a família em Portugal e não pode ser culpado por isso. Muito menos perder o direito de criticar a insanidade do calendário que carrega a maior das injustiças: pune quem é mais competente. Sempre. O Palmeiras jogou 78 partidas, o máximo possível no ano. Decidiu estadual, Copa do Brasil e Libertadores. Disputou duas partidas do Mundial, mesmo cumprindo a pior campanha de um campeão sul-americano no formato atual.


O início da temporada 2021 foi atropelado pela longa pausa entre março e julho do ano passado por conta da pandemia. Mal começou e já havia dois jogos valendo taças. O Palmeiras perdeu a Supercopa do Brasil e a Recopa Sul-Americana, ambas nos pênaltis. Contra o Flamengo no calor das 11h em Brasília, diante do Defensa y Justicia precisando encarar uma prorrogação que não deveria constar no regulamento da disputa, por ser início de temporada.


Tudo isso precisa ser considerado, sim. Não é "passar pano", só dar a importância devida a algo que é ignorado tantas vezes, por conveniência ou desonestidade (ou os dois): o contexto. Sem ele não há análise. Para um elenco desgastado por jogar muito e descansar e treinar pouco, três semanas envolvido apenas com Libertadores e se preparando para o Brasileiro seria um alívio.


O Palmeiras errou ao não ser transparente em março e dizer que, pelas circunstâncias, o Paulista seria usado para experiências e dar minutos a reservas e jovens da base. E pelo nível do elenco, o mais homogêneo do país, poderia já estar classificado, com menos sofrimento. Sem depender do rival Corinthians contra o Novorizontino.


Se confirmar a desclassificação, a velha desculpa do "Paulistinha" virá. Como em 1999, quando conquistou a Libertadores e menosprezou a derrota contundente para o Corinthians na final. Contrastando com a festa desproporcional no ano passado, por uma vitória nos pênaltis sobre um rival combalido em final de nível técnico lamentável. Aquela incoerência típica da paixão que move o futebol.



Não derruba, porém, a constatação de que é melhor cair agora e se revigorar para novamente ser competitivo nas disputas que mais importam em 2021. Questão de bom senso.

#palmeiras #verdao #alviverde #paulistao #opiniao



LEIA TAMBÉM: Após 14 anos, Palmeiras reencontra o Juventude em busca de embalar no Brasileirão

LEIA TAMBÉM: Palmeiras aposta em bom retrospecto fora de casa para embalar no Campeonato Brasileiro

LEIA TAMBÉM: Nesta quarta-feira, Palmeiras celebra 22 anos do primeiro título da Libertadores




1365 visitas - Fonte: Uol Esportes

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Como futebol tem paixão, as análises sempre vão ter contradições. O fim da temporada passada pesa no que passa agora.
Quando o Grêmio ganhou a Liberta foi a mesma coisa no gaúcho, quase eliminado. Isso porque não era pandemia e deu as férias mais tarde, voltando o pessoal no meio do campeonato.
Esse ano tudo foi mais cruel. Até o Mundial. Começamos a perder quando embarcamos depois do jogo do Botafogo na terça, quando deveria ter ficado o Cebola treinando time brando toda a preparação. Eu me lembro muito bem. E ainda machucamos gente.
Então, o que acontece agora é um preço além do que todo ano todos já pagaram. Claro que tinha que sobrar para o Paulista.
E tenhamos inteligência para não pensar com a emoção, pois o Paulista não mais classifica para o nacional.

Nada disso..tem que entrar e ganhar da Ponte...se cair fora é outro assunto..

Amanhã o palmeiras deveria entrar em campo com o sub 17, sair fora desse campionato nanico, a federação não respeita o palmeiras, então que vá pro inferno com seu campeonato inútil.

Edinho Vieira     

Claro, depois q escalou sub 17 contra mirassol e inter tem q se.contentar escutar zueras desses porras!

Façamos nossa parte que é ganhar da ponte , o resto depois a gente vê !!!!

Rudy Silva     

Engraçado, quando o time ganha reclamam pq tem que abrir mão do Paulistinha, e quando perde, criticam e fazem cobrança. O Abel criticou certamente o calendário pelo excesso de jogos, mas deu uma entrevista falando que o Corinthians pode perder o jogo propositalmente para prejudicar a classificação do Palmeiras, ou seja, ele é bipolar, se o paulista não serve para nada, não tem que se preocupar com os gambás. Por mim, se classificaria para a próxima fase, usando um pouco dos reservas e a mulecada.

Luiz Moraes     

Sim

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou .

Últimas notícias

Próximo Jogo - Brasileiro

Qua - 21:30 - Alfredo Jaconi - TVGlobo
Juventude
Palmeiras

Último jogo - Brasileiro

Sáb - 19:00 - Allianz Parque
Palmeiras
1 1
Corinthians
Untitled Document
Classificação
1 Fortaleza EC
2 Atletico Paranaense
3 Flamengo
4 Atletico Goianiense
5 Atletico-MG
6 Bragantino
7 Fluminense
8 Bahia
9 Palmeiras
10 Corinthians
11 Ceará
12 Santos
13 Internacional
14 Juventude
15 Cuiaba
16 Sport Recife
17 São Paulo
18 Chapecoense-sc
19 Grêmio
20 America Mineiro
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
9 3 3 0 0 8 2 6 VVV
9 3 3 0 0 5 0 5 VVV
6 2 2 0 0 3 0 3 VV
6 2 2 0 0 3 0 3 VV
6 3 2 0 1 3 2 1 DVV
5 3 1 2 0 8 5 3 VEE
5 3 1 2 0 3 2 1 EVE
4 3 1 1 1 6 4 2 VED
4 3 1 1 1 4 3 1 DVE
4 3 1 1 1 2 2 0 DVE
4 3 1 1 1 4 5 -1 VDE
4 3 1 1 1 3 4 -1 DVE
4 3 1 1 1 4 7 -3 EDV
2 3 0 2 1 2 5 -3 EDE
1 2 0 1 1 2 3 -1 ED
1 3 0 1 2 2 4 -2 EDD
1 3 0 1 2 0 3 -3 EDD
1 3 0 1 2 1 6 -5 DDE
0 2 0 0 2 2 4 -2 DD
0 3 0 0 3 0 4 -4 DDD
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota
Untitled Document
Classificação
1 Bragantino
2 Palmeiras
3 Novorizontino
4 Ituano
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
23 12 6 5 1 15 7 8 VVEEE
21 12 6 3 3 18 10 8 DDVVV
19 12 5 4 3 17 12 5 VEDED
13 12 4 1 7 10 14 -4 DVVDD
Untitled Document
Classificação
1 Palmeiras
2 Defensa Y Justicia
3 Independiente Del Valle
4 Universitario
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
9 3 3 0 0 10 3 7 VVV
4 3 1 1 1 5 3 2 EVD
1 2 0 1 1 1 6 -5 ED
0 2 0 0 2 2 6 -4 DD