28/7/2020 09:10

Devolve ou fica? A situação de Rony no Palmeiras e a divisão da torcida

Atacante ainda não conseguiu deslanchar no clube e vem dividindo opinião dos torcedores nas redes sociais; Luxemburgo ainda busca melhor maneira de adequar o jogador

Titular desde a partida contra o Tigre, pela Libertadores, em 4 de março, Rony ainda não é unanimidade entre a torcida do Palmeiras, muito porque, se atacante vive de gols, ele está deixando a desejar: o camisa 11 ainda não balançou as redes pelo Alviverde.



Vindo do Athletico-PR, ele foi contratado em fevereiro por 6 milhões de euros (R$ 28 milhões, na cotação da época) para disputar uma das vagas no ataque palmeirense, que até a semana passada podia contar com o incontestável Dudu. No entanto, o camisa 7 foi vendido para o Al Duhail, do Qatar, e Rony ganhou ainda mais a oportunidade de se destacar, ainda mais porque, no Furacão, era pelo lado esquerdo que mais atuava. No entanto, não é bem isso que vem acontecendo.

Lá, foram 73 partidas e 13 gols feitos, tendo conquistado Copa Sul-Americana, Copa do Brasil e J-League/Conmebol. Pelo clube paulista, porém, foram sete jogos e nenhum tento marcado.

Depois da pausa imposta pela pandemia do coronavírus, o Palmeiras jogou em duas oportunidades no Paulistão: uma derrota contra o rival Corinthians por 1 a 0 e a vitória, de virada, em cima do Água Santa, em casa, por 2 a 1. Os gols alviverdes foram marcados por Ramires e Luiz Adriano. Nos dois, Rony foi titular, mas acabou substituído. Para Vanderlei Luxemburgo, ainda é necessário encontrar uma maneira para que ele se encontre dentro de campo naquilo que é proposto pelo time:

- Precisamos encontrar um esquema para ele, porque o Palmeiras é proativo. Temos que arrumar um jeito de ele entender que precisa fazer tabela, dar o drible mais curto, em vez de receber a bola em velocidade, dar opção para o companheiro meter a bola para ele, na linha de fundo ou para o gol – disse o técnico após o triunfo no último domingo.

Dessa forma, é possível entender que o treinador também não está satisfeito com as atuações do jogador. Ele tentou fazer uma comparação com o posicionamento de Rony quando ainda atuava pelo Athletico:

- O Rony é uma situação complicada. O Athletico-PR era um time que jogava reativo, e ele é um jogador de velocidade, precisa de 30, 40 metros. Com a defesa desarrumada, então, muda de direção e desequilibra mesmo. Mas é o contrário do Palmeiras, que é proativo, joga no campo adversário. Agora, a bola chega e ele só tem 10, 15 metros para tentar um jogo. Dá o tapa e já encontra a cobertura, porque pode ver que o adversário sempre o marca com cobertura. Quando ele pega uma equipe que joga dando espaço, ele vai embora. Se não deixa espaço, ele tem problema, porque fica muito mais fácil para a cobertura, com os jogadores muito próximos: ele passa do primeiro e fica no segundo – analisou.

É importante lembrar que as quartas e semifinais do Campeonato Paulista serão disputadas em jogos únicos, ou seja, tem que fazer gol e não pode tomar se quiser avançar. Para o ataque, o Palmeiras tem, além de Rony, Willian, Luiz Adriano, Gabriel Veron (machucado), Luan Silva e Wesley, esses três últimos oriundos da base alviverde.

O Alviverde entra em campo nesta quarta-feira, às 21h30, no Allianz Parque, para enfrentar o Santo André, pelas quartas de final do Campeonato Paulista. O time de Luxemburgo classificou-se em primeiro do grupo B e, por isso, tem a vantagem de decidir em casa, mesmo que sem público.



Palmeiras, Rony, Verdão, SEP, Situação, Futebol





LEIA TAMBÉM:Galiotte fala sobre possíveis reforços, mas reitera objetivo de usar a base

LEIA TAMBÉM:Palmeiras resolve pendência com Atlético Nacional por percentual de Borja

LEIA TAMBÉM:Galiotte promete prêmio e medalha a Dudu, e já projeta retorno do atacante: “O Palmeiras é a casa dele”


24738 visitas - Fonte: LANCE

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Pablo veronese     

Devolve

Roberto Tolin     

Querem velocidade? Contratem o Usain Bolt. Precisamos de jogador que saiba fazer gols, que desequilibre, que tenha habilidade e visão de jogo e que não trema em jogos importantes e não esse jogador que só corre, chuta mal e perde gols embaixo da trave. Se for pra apoiar jogador assim... tô fora.

Celso Inoue     

São burros mesmo ! O Verdão , só tem ele como homem de velocidade jogando ! Qdo tinha o Dudu eram dois . Agora do jeito que está, fica fácil os defensores marcarem . Meio de campo jogadores lento , não tem jogador de penetração e toque de bola . Desse jeito quer ganhar o que ?

Felisberto Silva     

pöe péssimo nisso! palmeiras é o rei dos negócios fracassados.

julio cesar     

Como assim.. Devolve?... O jogador foi comprado no MercadoLivre ou na amazon por acaso?.... Tem é que apoiar.. Se for o caso tirá-lo do time por um tempo... Tem que dar moral... Senão....essa torcida já não gosta de queimar jogador né.... AVANTI SOCIETTA PALESTRA ITÁLIA

acredito que o torcedor do verdão precisa de mudancas também nada ta bom querem a cabeça de todo mundo como ter paz pra trabalhar difícil

Roberto Tolin     

Outro Carlos Eduardo, não deveria nem ter vindo. Mais uma péssima contratação da diretoria

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou .

Últimas notícias

Próximo Jogo - Paulista

Sáb - 16:30 - Allianz Parque - TVGlobo
Palmeiras
Corinthians

Último jogo - Paulista

Qua - 21:30 - Arena Corinthians
Corinthians
0 0
Palmeiras
Untitled Document
Classificação
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota
Untitled Document
Classificação
1 Santo André
2 Palmeiras
3 Novorizontino
4 Botafogo SP
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
19 10 6 1 3 12 9 3
19 10 5 4 1 15 4 11
16 10 3 7 0 9 4 5
8 10 2 2 6 7 21 -14