12/8/2020 08:30

Como derrota para o Fluminense em 2018 mudou a história recente do Palmeiras

Nesta quarta-feira, o Palmeiras visita o Fluminense, às 21h30 (de Brasília), no Maracanã, pela 2ª rodada do Campeonato Brasileiro.



O adversário e o local são emblemáticos para o Verdão, já que foi justamente em um jogo contra o Tricolor, no "Maior do Mundo", que a história recente do Alviverde mudou.

Para explicar, é necessário voltar a 2016, quando Cuca assumiu o comando no Palestra Itália pouco antes do início do Brasileirão.

Após conquistar o título da Série A, o treinador deixou o comando do Palmeiras, e a diretoria alviverde resolveu mudar as diretrizes.

A partir de 2017, houve a decisão de apostar em técnicos da chamada "nova geração". E o primeiro escolhido foi Eduardo Baptista, que vinha de bons trabalhos em Sport e Ponte Preta.

No Palestra, porém, Baptista não conseguiu repetir o mesmo sucesso, e foi demitido após resultados insatisfatórios no Paulista e na Libertadores.

Cuca foi novamente chamado ao resgate, mas sua volta foi trágica, e ele não chegou nem até o final do ano, sendo demitido em meio ao Campeonato Brasileiro.

A nova aposta, então, passou a ser Alberto Valentim, que era auxiliar-técnico fixo da comissão palestrina e acabou promovido ao cargo de comandante principal.

Valentim ainda levou o Palmeiras ao vice-campeonato nacional, mas, na virada do ano, o Verdão preferiu apostar em outro nome da "nova geração" para ser o treinador.

Com isso, foi anunciado Roger Machado, que, a esta altura, havia passado por Grêmio e Atlético-MG na carreira - Valentim, por sua vez, foi para o Red Bull Brasil.

Roger teve um bom início no Palestra, chegando à final do Paulistão. No entanto, foi derrotado de forma traumática pelo Corinthians, em pleno Allianz Parque.

Com isso, ele acabou sendo derrubado pouco a pouco na reta inicial do Brasileirão 2018, quando alternou bons resultados com tropeços inexplicáveis.

A trajetória de Roger se encerrou em 25 de julho de 2018, justamente em um jogo contra o Fluminense, no Maracanã.

Na ocasião, o Palmeiras fez uma partida muito ruim, praticamente sem causar danos ao rival, e foi derrotado por 1 a 0, com gol do lateral Gilberto.

Quase de madrugada, veio a notícia da demissão do comandante.

A RUPTURA
Após a saída de Roger Machado, houve uma clara ruptura nas diretrizes da diretoria alviverde.

Depois de mais um nome da "nova geração" falhar, a decisão foi por apostar em nomes mais consagrados, com histórico vencedor e mais "casca" para aguentar a pressão.

O primeiro escolhido foi Luiz Felipe Scolari, o Felipão, que chegou sob grande desconfiança, mas também com certo apoio por seus muitos títulos no Palestra Itália.

E, de cara, o "choque de gestão" deu certo: sob o comando do bigodudo, o Palmeiras arrancou para o título do Brasileirão e ficou também perto de ganhar a Libertadores (caiu na semi).

Em 2019, Scolari não foi bem no Paulista, mas vinha tendo um excelente início de Brasileiro, dando a impressão de que faturaria mais uma vez a Série A.

pós a parada da Copa América, porém, o desempenho alviverde caiu muito, e o Flamengo de Jorge Jesus surgiu como grande força para ser campeão.

Felipão acabou sendo demitido justamente após ser eliminado da Libertadores para o Grêmio e depois sofrer dura derrota para o Fla (3 a 0, no Maracanã), pelo Brasileiro.

A diretoria palestrina seguiu decidida em apostar em nomes de peso.

Veio, então, Mano Menezes, que vinha de diversas conquistas pelo Cruzeiro nos anos anteriores, inclusive eliminando seguidamente o Palmeiras na Copa do Brasil.

Mano até começou bem, com uma boa série de vitórias no início. Todavia, logo o futebol começou a minguar, e pontos começaram a ser perdidos no Brasileiro.

Veio, então, outro revés duríssimo para o Flamengo (3 a 0, no Allianz Parque), que abalou as estruturas palmeirenses de vez.

No mesmo dia, foram mandados embora o próprio Mano e também o diretor de futebol, Alexandre Mattos.

O Palmeiras, então, tentou a contratação do técnico Jorge Sampaoli, que vinha de grande ano no Santos, mas a negociação naufragou.

A diretriz, então, foi mantida: era hora de procurar mais uma nome consagrado, e o escolhido foi Vanderlei Luxemburgo.

Nestes oito meses de trabalho em 2020, Luxa viveu altos e baixos, tendo como principal dificuldade vencer clássicos (não conseguiu ganhar nenhum na temporada).

No entanto, o "Pofexô" conduziu o Palmeiras à conquista do Paulistão, acabando com um jejum de 12 anos da equipe alviverde na competição.

Desta forma, ele também se tornou o maior dono de títulos Paulistas, além de ter se isolado no ranking de treinadores mais campeões pelo Verdão.

O título acalma o ambiente para Luxemburgo, que faz, nesta quarta, contra o Fluminense, sua estreia em mais um Brasileiro pelo Verdão.

E o fato do adversário ser o Fluminense, no Maracanã, não poderia ser mais emblemático para a história recente dos palestrinos.



Palmeiras, Brasileirão, Fluminense, 2018, Verdão





LEIA TAMBÉM:Mais um empate! Torcida vai as redes sociais para criticar Luxemburgo

LEIA TAMBÉM:"Sacanagem" e "falta de respeito", Felipe Melo critica polêmica

LEIA TAMBÉM:Palmeiras 1 x 1 Flamengo: Após polêmicas e batalha na justiça, Verdão empata em casa


1161 visitas - Fonte: ESPN

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou .

Últimas notícias

Próximo Jogo - Libertadores

Qua - 19:15 - Alliaz Parque - FoxSports
Palmeiras
Bolívar

Último jogo - Brasileiro

Dom - 16:00 - Allianz Parque - SP
Palmeiras
1 1
Flamengo
Untitled Document
Classificação
1 Internacional
2 Atletico-MG
3 São Paulo
4 Vasco DA Gama
5 Flamengo
6 Palmeiras
7 Santos
8 Fluminense
9 Ceará
10 Fortaleza EC
11 Corinthians
12 Atletico Goianiense
13 Grêmio
14 Atletico Paranaense
15 Sport Recife
16 Bahia
17 Botafogo
18 Goiás
19 Coritiba
20 Bragantino
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
20 10 6 2 2 15 6 9 VEEVD
18 9 6 0 3 14 9 5 DVVDV
18 10 5 3 2 13 11 2 VDVEE
17 9 5 2 2 15 9 6 DEVDV
17 10 5 2 3 13 13 0 VVVVD
17 9 4 5 0 13 8 5 EEVVE
15 10 4 3 3 14 12 2 DEVVE
14 10 4 2 4 12 13 -1 VEDDV
13 10 4 1 5 10 12 -2 VVDDV
12 10 3 3 4 10 9 1 VDDVE
12 10 3 3 4 15 16 -1 VEDDV
12 9 3 3 3 9 11 -2 DEEVV
12 9 2 6 1 8 6 2 EDEVE
11 10 3 2 5 8 10 -2 DEDEV
11 10 3 2 5 10 13 -3 DVVDE
9 10 2 3 5 12 18 -6 DEDDD
9 9 1 6 2 9 11 -2 DEEED
8 8 2 2 4 11 13 -2 VDDEV
8 10 2 2 6 7 12 -5 VEDED
7 10 1 4 5 10 16 -6 DEDED
Untitled Document
Classificação
1 Santo André
2 Palmeiras
3 Novorizontino
4 Botafogo SP
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
19 10 6 1 3 12 9 3
19 10 5 4 1 15 4 11
16 10 3 7 0 9 4 5
8 10 2 2 6 7 21 -14
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota