30/7/2021 17:45

Palmeiras promove jantar para celebrar 40 anos da conquista da taça continental de futebol de salão

O Palmeiras promoveu na noite da última quinta-feira (29) um jantar em alusão aos 40 anos de uma das principais conquistas do esporte palestrino: a Taça Continental de Futebol de Salão. Realizado no Restaurante Jardim Suspenso, no clube social, o evento reuniu os atletas responsáveis pelo título e membros da diretoria alviverde.



Os goleiros Jacó, Claudinei e Herrera, os fixos Ramon e Tatão, os alas Zego, Amarildo, Aguinaldo, Cecil, Claudinho e Amílcar e os pivôs Fabinho, Guina e Ruy receberam das mãos do presidente Maurício Galiotte uma camisa personalizada do Palmeiras, além de uma carta de agradecimento redigida pelo próprio dirigente.


Atleta do clube entre as décadas de 80 e 90, Ramon, hoje com 62 anos, era um dos líderes da equipe campeã. Atual presidente da Federação Paulista de Futsal (FPFS), ele relembra com emoção do feito conquistado pelo grupo no dia 26 de julho de 1981.


“Falar quantas vezes o Palmeiras foi campeão seria algo ‘maluco’ para nós, pois a própria FPFS, na década de 90, nomeou o clube como o maior campeão do século. Em 1981, tínhamos uma equipe jovem e não estávamos entre os favoritos, mas dentro da nossa casa e com a nossa torcida, esse título não poderia sair daqui. Jogamos machucados, treinamos muito e sabíamos da nossa força”, lembra Ramon, que vestia a camisa 4 do Alviverde.


No dia da conquista, Maurício Galiotte acompanhava atentamente das arquibancadas cada passo dos salonistas do Verdão. O feito marcou a sua infância como torcedor e ele relembra com carinho do canto da torcida, que dizia “Palmeiras campeão no campo e no salão”.


“Essa foi a maior conquista da modalidade na história do Palmeiras e é uma alegria muito grande poder homenageá-los. Faltam palavras para agradecer todos os atletas e comissão técnica, mas o acontecimento está na história e ninguém muda o que foi feito”, disse o presidente.



Os atletas, em conjunto com a FPFS, também aproveitaram a oportunidade para homenagear o Palmeiras e agradeceram pela realização do evento, que seguiu todos os protocolos de saúde. Das mãos de Ramon, Galiotte foi agraciado com uma medalha, e diversos atletas, como Fabinho, subiram ao púlpito e demonstraram gratidão ao clube.

“Esse é um dos dias que eu aguardo ansiosamente e sempre cobrei o Ramon por isso. Estou trabalhando e tenho acordado cansado, mas hoje me senti uma criança esperando um presente. Essa data vai ficar marcada na minha vida assim como ficou o dia 26 de julho. Sinto orgulho de fazer parte dessa história e de ter jogado no maior time de futebol de salão do Brasil e, talvez, do mundo”, disse o ex-pivô de 64 anos, que ainda carregava no peito a faixa de campeão da época.


O TORNEIO

O futebol de salão paulista nasceu na Sociedade Esportiva Palmeiras. A modalidade esportiva é praticada no clube desde 1955, sendo o Alviverde um dos fundadores da Federação Paulista de Futebol de Salão (FPFS).


Em 1981, o jornal A Gazeta Esportiva, a empresa Souza Cruz, a Comunicações Nicolini, a Federação Paulista de Futebol de Salão e a Federação Internacional de Futebol de Salão (FIFUSA), esta incorporada à FIFA a partir de 2000, criaram e promoveram a primeira grande competição interclubes da modalidade, denominada Taça Continental de Futebol de Salão.


O torneio reuniu Palmeiras, Corinthians, Gercan e São Paulo (todos de São Paulo), Fluminense, Flamengo, Vasco da Gama e Monte Sinai (do Rio de Janeiro), Atlético e Olympico (de Minas Gerais), Grêmio (do Rio Grande do Sul), Sumov (do Ceará), Olímpia (do Paraguai), Rosário Central e Newell’s Old Boys (da Argentina) e Peñarol (do Uruguai).



A abertura aconteceu no ginásio do Palestra Italia, com um desfile que lotou o centro da quadra com todos os atletas e comissões técnicas dos 16 participantes sendo aplaudidos pelas arquibancadas lotadas. Antes do início de cada partida era executado o hino de um dos dois clubes participantes, algo inédito, até então, em eventos esportivos domésticos. A competição ganhou também transmissão de rádio e televisão, além da ampla cobertura dos principais jornais da época.


A CONQUISTA

O Verdão fez parte do Grupo D ao lado de Newell’s Old Boys, Atlético Mineiro e Monte Sinai. Na primeira fase, os palmeirenses venceram o Newell’s Old Boys (12 a 0) e o Atlético Mineiro (1 a 0), e fecharam com um empate contra o Monte Sinai (1 a 1).


Nas quartas de final, o Palmeiras teve pela frente um tradicional rival paulista, a equipe do Gercan, e superou o adversário por 2 a 0. Na semifinal, foi a vez de enfrentar o Vasco, que rendeu um dos jogos mais dramáticos do torneio. No tempo normal, o jogo ficou empatado em 2 a 2; já na disputa dos pênaltis, o Alviverde venceu por 3 a 1, selando, assim, a sua vaga para a final.


A grande decisão colocou dois invictos frente a frente, e Palmeiras e Olympico encontraram um ginásio Palestra Italia lotado. Aos nove minutos e 30 segundos do segundo tempo, Fabinho driblou um adversário e chutou na trave. Na sequência do lance, Agnaldo tocou para Zego, que viu Fabinho penetrando livre de marcação pela direita. O passe foi preciso e Fabinho, de bico, marcou o gol que selou o título alviverde.



Além da conquista invicta, Fabinho foi o artilheiro do torneio com dez gols marcados. O Palmeiras também teve o melhor ataque, com 19 gols marcados, e a segunda melhor defesa, com quatro gols sofridos, naquela que pode ser considerada a competição pioneira do que hoje é a Copa Intercontinental de Futsal organizada pela FIFA desde 2004.



#palmeiras #verdao #alviverde #jantar #futsal



LEIA TAMBÉM: Palmeiras tem reunião e define metas para ser campeão brasileiro

E MAIS: Endrick marca em vitória, e Palmeiras e vira líder do Brasileirão Sub-20




1032 visitas - Fonte: Sociedade Esportiva Pa

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou .

Últimas notícias

Próximo Jogo - Libertadores

Ter - 21:30 - Allianz Parque - SBT
Palmeiras
Atlético MG

Último jogo - Brasileiro

Sáb - 17:00 - Arena Condá
Chapecoense
0 2
Palmeiras
Untitled Document
Classificação
1 Atletico-MG
2 Palmeiras
3 Flamengo
4 Fortaleza EC
5 RB Bragantino
6 Internacional
7 Corinthians
8 Fluminense
9 Atletico Paranaense
10 Cuiaba
11 Atletico Goianiense
12 São Paulo
13 Ceará
14 Santos
15 Bahia
16 Juventude
17 America Mineiro
18 Grêmio
19 Sport Recife
20 Chapecoense-sc
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
45 20 14 3 3 32 13 19 VEEVV
38 20 12 2 6 32 23 9 DDVDV
34 17 11 1 5 35 17 18 DVEVV
33 21 9 6 6 29 23 6 EEDDD
33 20 8 9 3 31 22 9 DVEDE
29 20 7 8 5 24 22 2 VEEVV
29 20 7 8 5 19 17 2 VVVEE
28 20 7 7 6 20 21 -1 EVEVV
27 20 8 3 9 25 24 1 DDEDV
27 20 6 9 5 21 20 1 DVEVV
26 20 6 8 6 17 20 -3 VEEED
25 20 6 7 7 18 23 -5 VVEDV
25 20 5 10 5 19 21 -2 DEDDE
24 21 5 9 7 20 25 -5 EDDEE
23 21 6 5 10 25 33 -8 DDVEE
23 21 5 8 8 18 25 -7 EEEDD
21 19 5 6 8 17 22 -5 VEDVV
19 18 5 4 9 14 18 -4 DVVDV
17 21 3 8 10 8 18 -10 DEEDD
10 21 1 7 13 17 34 -17 EEDVD
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota
Untitled Document
Classificação
1 Bragantino
2 Palmeiras
3 Novorizontino
4 Ituano
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
23 12 6 5 1 15 7 8 VVEEE
21 12 6 3 3 18 10 8 DDVVV
19 12 5 4 3 17 12 5 VEDED
13 12 4 1 7 10 14 -4 DVVDD
Untitled Document
Classificação
1 Palmeiras
2 Defensa Y Justicia
3 Independiente Del Valle
4 Universitario
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
9 3 3 0 0 10 3 7 VVV
4 3 1 1 1 5 3 2 EVD
1 2 0 1 1 1 6 -5 ED
0 2 0 0 2 2 6 -4 DD